sicnot

Perfil

Mundo

Vala comum com centenas de corpos descoberta na Nigéria

Uma vala comum com uma "centena de corpos" foi descoberta no nordeste da Nigéria, disse esta sexta-feira o porta-voz do exército do Chade, coronel Azem Bermandoa Agouna, acusando o grupo extremista Boko Haram de estar na origem da "matança".

"Os corpos foram encontrados espalhados por baixo de uma ponte" à saída da cidade de Damasak, próxima da fronteira com o Níger, disse o coronel, que visitou o local, descoberto por soldados chadianos. (Arquivo)

"Os corpos foram encontrados espalhados por baixo de uma ponte" à saída da cidade de Damasak, próxima da fronteira com o Níger, disse o coronel, que visitou o local, descoberto por soldados chadianos. (Arquivo)

© Stringer . / Reuters

"Os corpos foram encontrados espalhados por baixo de uma ponte" à saída da cidade de Damasak, próxima da fronteira com o Níger, disse o coronel, que visitou o local, descoberto por soldados chadianos.

Segundo o coronel, os corpos estavam decapitados, com as "cabeças para um lado e os corpos para o outro".

 O militar precisou que a maior parte das pessoas foram mortas por tiros de balas.

"A matança ocorreu há cerca de dois meses e é obra do Boko Haram", disse.

As forças armadas nigerianas e do Chade lançaram no passado dia 08 uma vasta operação conjunta terrestre e aérea na Nigéria contra aquele grupo terrorista.

O grupo de Boko Haram quer instaurar um califado no norte da Nigéria, maioritariamente muçulmano, ao contrário do sul, de maioria cristã.

O Chade, que já apelou à formação de uma coligação de países da região contra o grupo extremista, enviou um contingente militar para os Camarões, país que faz fronteira com a Nigéria, para ajudar a combater os ataques do Boko Haram.

A violência da insurreição do Boko Haram e da sua repressão pelas forças armadas nigerianas já causaram mais de 13 mil mortes desde 2009 e perto de 1,5 milhões de refugiados e deslocados.
Lusa
  • Germano Almeida vence Prémio Camões

    Cultura

    O escritor cabo-verdiano Germano Almeida é o vencedor do Prémio Camões 2018, foi esta segunda-feira anunciado, no Hotel Tivoli, em Lisboa, após reunião do júri.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • Desportivo das Aves fora da Liga Europa

    Desporto

    O Desportivo das Aves não vai à Liga Europa e o Sporting terá entrada direta na fase de grupos. Apesar da conquista da Taça de Portugal, a equipa avense não se licenciou em tempo útil para poder participar na prova da UEFA, apurou a SIC.

  • E agora, Sporting? Semana de decisões e incertezas
    2:53
  • "Para primeiro dia de pesca da sardinha, não foi mau"
    2:19
  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29

    País

    José Sócrates garantiu este domingo que não atacará o PS e que continua a ser socialista. O antigo primeiro-ministro participou num almoço de apoio, em Lisboa, com cerca de 100 pessoas, a maioria anónimos.