sicnot

Perfil

Mundo

Ex-bispo de Díli hospitalizado, situação "estável"

O ex-bispo de Díli Alberto Ricardo da Silva, de 71 anos, está hospitalizado desde domingo sob observação no Hospital Guido Valadares, na capital timorense, "encontrando-se estável", disse hoje à Lusa fonte hospitalar.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Reuters Photographer / Reuters

A mesma fonte explicou que o bispo, que se demitiu do cargo no início do ano devido a problemas de saúde, poderá ser transferido para a Austrália, onde já esteve em tratamento no ano passado, devido a uma neoplastia cerebral.

O Presidente da República, Taur Matan Ruak, e a primeira-dama, Isabel Ferreira, já visitaram hoje o bispo, segundo outra fonte hospitalar.

No passado dia 09 de fevereiro, o papa Francisco aceitou a resignação apresentada pelo bispo de Díli, que alegou motivos de saúde para abandonar o cargo.

Segundo informaram os serviços de imprensa da Santa Sé, o bispo diocesano apresentou a demissão com base no cânone 401 do Código de Direito Canónico devido à sua "precária saúde".

Natural de Aileu, onde nasceu a 24 de abril de 1943, Alberto Ricardo da Silva foi nomeado bispo de Díli em 2004.

O bispo regressou a Díli em janeiro depois de um prolongado tratamento por doença na Austrália.

Timor-Leste conta, além de Díli, com duas outras dioceses, em Baucau, onde está o bispo Basílio do Nascimento e a de Maliana, onde está o bispo Norberto Amaral.

Desde a sua demissão e enquanto decorre o processo de nomeação do seu sucessor - foram apresentadas três propostas de Timor-Leste - Basílio do Nascimento assume as funções de administrador apostólico de Díli.


Lusa
  • Primeiro-ministro timorense recebeu alta hospitalar

    Mundo

    O primeiro-ministro timorense recebeu na quarta-feira alta na unidade hospitalar em que se encontrava sob observação, em Singapura, e deverá realizar um último exame antes de regressar no fim de semana a Timor-Leste, informou hoje o Governo.

  • Souto de Moura feliz com distinção na Bienal de Arquitetura de Veneza
    1:10
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.