sicnot

Perfil

Mundo

Ex-bispo de Díli hospitalizado, situação "estável"

O ex-bispo de Díli Alberto Ricardo da Silva, de 71 anos, está hospitalizado desde domingo sob observação no Hospital Guido Valadares, na capital timorense, "encontrando-se estável", disse hoje à Lusa fonte hospitalar.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Reuters Photographer / Reuters

A mesma fonte explicou que o bispo, que se demitiu do cargo no início do ano devido a problemas de saúde, poderá ser transferido para a Austrália, onde já esteve em tratamento no ano passado, devido a uma neoplastia cerebral.

O Presidente da República, Taur Matan Ruak, e a primeira-dama, Isabel Ferreira, já visitaram hoje o bispo, segundo outra fonte hospitalar.

No passado dia 09 de fevereiro, o papa Francisco aceitou a resignação apresentada pelo bispo de Díli, que alegou motivos de saúde para abandonar o cargo.

Segundo informaram os serviços de imprensa da Santa Sé, o bispo diocesano apresentou a demissão com base no cânone 401 do Código de Direito Canónico devido à sua "precária saúde".

Natural de Aileu, onde nasceu a 24 de abril de 1943, Alberto Ricardo da Silva foi nomeado bispo de Díli em 2004.

O bispo regressou a Díli em janeiro depois de um prolongado tratamento por doença na Austrália.

Timor-Leste conta, além de Díli, com duas outras dioceses, em Baucau, onde está o bispo Basílio do Nascimento e a de Maliana, onde está o bispo Norberto Amaral.

Desde a sua demissão e enquanto decorre o processo de nomeação do seu sucessor - foram apresentadas três propostas de Timor-Leste - Basílio do Nascimento assume as funções de administrador apostólico de Díli.


Lusa
  • Primeiro-ministro timorense recebeu alta hospitalar

    Mundo

    O primeiro-ministro timorense recebeu na quarta-feira alta na unidade hospitalar em que se encontrava sob observação, em Singapura, e deverá realizar um último exame antes de regressar no fim de semana a Timor-Leste, informou hoje o Governo.

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. Esta madrugada em Cambrils, cinco suspeitos foram abatidos e outra pessoa acabou por morrer, num segundo ataque. Há quatro detenções confirmadas. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Autoridades acreditam que suspeito do ataque nas Ramblas pertence a célula terrorista
    1:36
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55