sicnot

Perfil

Mundo

Manifestante em topless perseguida no Parlamento canadiano

Uma mulher em 'topless' enfureceu-se esta segunda-feira contra uma proposta de lei anti-terror no parlamento do Canadá, alegando que esta vai infringir os direitos civis.

Os trabalhos foram suspensos brevemente, devido ao tumulto, e a manifestante foi detida sob acusação de indecência, estando proibida de voltar ao parlamento durante um ano. (Arquivo)

Os trabalhos foram suspensos brevemente, devido ao tumulto, e a manifestante foi detida sob acusação de indecência, estando proibida de voltar ao parlamento durante um ano. (Arquivo)

© Chris Wattie / Reuters

A mulher, que faz parte de um grupo feminista com sede em Paris, o Femen, foi perseguida por agentes de segurança ao longo da galeria pública da Câmara dos Comuns após tirar o top que vestia, tendo gritado que a lei anti-terror era uma "guerra contra a liberdade".

Os trabalhos foram suspensos brevemente, devido ao tumulto, e a manifestante foi detida sob acusação de indecência, estando proibida de voltar ao parlamento durante um ano.

Na sua página de Facebook, o grupo francês Femen afirmou que a proposta C-51 vai infringir a liberdade de expressão dos canadianos e interferir com outros direitos, tendo as suas preocupações com um eventual abuso por parte das autoridades obtido eco junto de ativistas ambientais, indígenas, quatro ex-primeiros ministros, entre outros.

O governo insiste em que as medidas visam apenas "terroristas", surgindo na sequência dos incidentes de 22 de outubro, em que um atirador solitário matou um soldado de sentinela ao Memorial Nacional da Guerra e depois atacou o parlamento, onde disparou vários tiros.

O mais provável é que a lei seja votada antes da pausa de verão dos deputados, no final de junho.
Lusa
  • Arderam mais duas casas em Mação

    País

    O presidente da Câmara de Mação, distrito de Santarém, disse esta quarta-feira que durante a tarde arderam duas casas em aldeias do concelho e que as chamas que lavram desde domingo estão longe de estar controladas.

  • "Nos últimos 14 anos alertámos que este dia iria voltar"
    3:50

    País

    O vice-presidente da Câmara de Mação diz que se sente humilhado com o recurso a meios espanhóis para o combate ao fogo no concelho. Em entrevista à SIC, António Louro, que é também engenheiro florestal, critica os vários governos e afirma que nada disto teria acontecido se tivessem ouvido os apelos desesperados da autarquia depois do incêndio que, em 2003, destruiu grande parte do concelho.

  • Sócrates diz que Direita quis impedi-lo de candidatura presidencial

    País

    O ex-primeiro-ministro José Sócrates reiterou esta quarta-feira, em declarações aos correspondentes estrangeiros em Portugal, que o processo judicial em que está envolvido resulta de uma campanha orquestrada pela direita para evitar a sua candidatura a Presidente da República.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • Dia dos Avós nasceu em Penafiel
    1:48

    País

    O Dia dos Avós, que hoje se assinala, nasceu por iniciativa de uma habitante de Penafiel. A data foi celebrada no parque da cidade, com centenas de avós.

  • Trump proíbe transgéneros no exército norte-americano

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quarta-feira que as pessoas transgénero não podem servir no exército dos Estados Unidos, justificando a decisão com os "custos médicos enormes" e as perturbações que tal situação envolve.

  • Oposição tenta travar eleição da nova Assembleia Constituinte na Venezuela
    2:14