sicnot

Perfil

Mundo

Milícias xiitas atacam cada vez mais os jornalistas, denuncia a Human Rights Watch

A organização Human Rights Watch (HRW) alertou hoje para o facto de milícias xiitas 'houthis' no Iémen estarem a cometer uma série de ataques e abusos contra jornalistas desde que o conflito se agravou, em janeiro.

© Stringer . / Reuters

Ao longo das últimas semanas "verificou-se um aumento de detenções arbitrárias e da violência contra jornalistas e outros profissionais dos media pela Ansaruallah", o movimento de ?houthis' que controla a capital iemenita Sanaa, declarou a HRW.


As milícias xiitas tomaram de assalto as sedes de três órgãos de comunicação desde janeiro, indicou a organização de defesa dos direitos humanos, acrescentando que outros grupos estiveram também envolvidos nesses ataques.


A HRW citou o caso de um jornalista identificado como Abdel Karim al-Khiwani, assassinado a 18 de março em Sanaa. A vítima, diz a organização, era conhecida por ser próxima da liderança da Ansaruallah e o seu assassinato foi reivindicado pela Al-Qaida.


Lusa
  • "É preciso despartidarizar o sistema de Proteção Civil", diz Duarte Caldeira
    2:47
  • Homem morreu ao tentar salvar animais das chamas
    2:30
  • Arcebispo de Braga pede responsabilidades pelos incêndios
    1:40

    País

    Braga também sofreu um dos mais violentos incêndios dos últimos anos. O fogo descontrolado atravessou várias freguesias e destruiu duas empresas. A igreja, pela voz do arcebispo de Braga, pede ação e o apuramento de responsabilidades, face a esta calamidade.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06