sicnot

Perfil

Mundo

Cartoonistas turcos condenados por insulto ao Presidente

Um tribunal de Istambul condenou dois caricaturistas turcos a 11 meses e 20 dias de prisão por insultarem o Presidente da Turquia, penas posteriormente comutadas em multas de 7.000 liras (2.500 euros), escreve hoje o jornal Hürriyet.

© Feisal Omar / Reuters

Os dois condenados, Bahadir Baruter e Ozer Aydogan, desenharam na primeira página do semanário "Penguin" um empregado do palácio presidencial dando as boas-vindas a Erdogan enquanto abotoa o casaco e inclina a cabeça. 


Os advogados do chefe de Estado consideram que o empregado, ao abotoar o casaco, forma um círculo com os dedos, que consideram o símbolo dos homossexuais e um insulto para o Presidente.


Em sua defesa, Baruter assegurou que não tinha intenção alguma de insultar Erdogan e que essa interpretação da caricatura está relacionada com o subconsciente do procurador.


O Ministério Público abriu uma nova investigação sobre essa declaração de defesa do cartoonista. 


Lusa



  • Incêndio em Lisboa faz um ferido
    4:13

    País

    Um incêndio de grandes dimensões deflagrou esta segunda-feira numa loja, na Avenida de Berlim, em Lisboa. O repórter André Palma esteve no local, onde ouviu o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pedro Patricio confirmou que foi assistida uma pessoa por inalação de fumos e, por questões de segurança, os veículos estacionados perto do local foram retirados, assim como foi pedido às pessoas dos prédios à volta que saíssem por causa do fumo. O incêndio foi dominado.

  • "Rui Rio avisou que vinha para partir loiça dentro do PSD"
    3:00
  • Hugo Soares não deverá continuar como líder parlamentar do PSD
    3:17

    País

    Rui Rio não deverá manter Hugo Soares na liderança parlamentar do PSD. Fonte próxima do novo presidente social-democrata diz à SIC que dificilmente o líder da bancada poderá continuar no cargo. Aumenta a pressão para que Hugo Soares ponha o lugar à disposição e já começam a surgir nomes para o substituir.

  • Suspeita de militantes fantasma no PSD
    4:22

    País

    Perante a suspeita de militantes fantasma e de caciquismo, Salvador Malheiro, diretor de campanha de Rui Rio, diz que o ato eleitoral foi devidamente fiscalizado. Uma investigação do jornal Expresso encontrou oito filiados numa morada que não existe e 17 militantes com morada numa casa onde vivem nove pessoas e nenhuma é do PSD. A associação cívica Transparência e Integridade fala num vazio legal e em falta de regulamentação.

  • Cristiano Ronaldo está insatisfeito com o salário e pode sair do Real Madrid
    2:38