sicnot

Perfil

Mundo

Espessura do gelo flutuante em torno da Antártida reduziu-se 20% em 20 anos

A espessura do gelo flutuante em torno da Antártida, que age como uma proteção contra o afundamento dos glaciares permanentes que cobrem este continente, reduziu-se 20% em alguns locais nas últimas duas décadas e o fenómeno está a aumentar.

© NASA NASA / Reuters

A informação foi conhecida hoje, depois de divulgado na edição em linha da revista Science um estudo, efetuado a partir de dados provenientes de medidas por satélite da Agência Espacial Europeia, feito entre 1994 e 2012, sobre a forma como os gelos da Antártida respondem ao aquecimento global. 

Estas barreiras de gelo permanentes têm em média entre 400 a 500 metros de espessura e podem estender-se por centenas de quilómetros ao largo das costas da Antártida. 

Se se tornarem demasiado finas, a maior parte dos glaciares do continente que elas contêm poderia deslizar para o oceano num futuro breve. Este fenómeno provocaria uma subida clara do nível dos oceanos, ao acelerar a sua fusão. 

O volume total da massa de gelo flutuante no conjunto da Antártida pouco mudou entre 1994 e 2003. Mas, a partir deste ano, a sua redução acelerou-se rapidamente, segundo o estudo. 

No oeste da Antártida, as plataformas glaciares diminuíram durante todo o período de observação, apresentando uma nítida aceleração durante a última década. 

Os ganhos nos gelos medidos entre 1994 e 2003 no leste da Antártida pararam desde este ano e em alguns locais a espessura reduziu-se até 18%, em relação a 1994. 

"Uma perda destas num período de 18 anos representa uma mudança verdadeiramente importante", realçou Fernando Paolo, glaciologista no Instituto Scripps, em San Diego, no Estado da Califórnia, um dos coautores deste estudo. 

"Vimos não apenas uma redução global do volume total das plataformas de gelo, mas também uma aceleração deste fenómeno durante a última década", acrescentou. 

Se persistir o ritmo ao qual estas barreiras de gelo se estão a reduzir, então dentro de 200 anos podem perder metade do volume, calcularam estes cientistas. 


Lusa
  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.