sicnot

Perfil

Mundo

Polícia Federal brasileira faz operação contra suspeitos de fraude milionária ao fisco

A Polícia Federal brasileira realiza hoje uma operação para desarticular um grupo suspeito de fraude de até 19 mil milhões de reais (5.455 milhões de euros) na Receita Federal, através de manipulações de processos.

© Nacho Doce / Reuters

O grupo atuava no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF) e, segundo a Polícia Federal, alterava o resultado de trâmites e julgamentos, o que resultava em milhões de reais economizados pelas empresas acusadas de irregularidades, que não foram pagos à União. 

Até ao momento, as investigações identificaram prejuízos de quase 6.000 milhões de reais (1.722 milhões de euros), mas suspeita-se que a fraude possa ter chegado aos 19 mil milhões de reais (5.455 milhões de euros). 

A investigação do crime, que começou em 2013, identificou que o grupo atuava no CARF para defender interesses de empresas, com estratégias para corromper e influenciar conselheiros com o objetivo de diminuir os valores das coimas ou de as anular. 

Funcionários públicos passavam informações obtidas no conselho para escritórios que assessoravam as empresas em Brasília, São Paulo, Ceará e outros estados, segundo a polícia. Empresas intermediárias eram utilizadas para branquear o capital, que voltava aos empresários autuados, como se fosse património regular. 

A operação, feita em conjunto com o Ministério Público federal, a Corregedoria do Ministério da Fazenda e a Receita Federal, conta com a participação de 180 polícias e 55 fiscais do fisco, que cumprem 41 mandados de busca e apreensão. 

Os suspeitos poderão responder pelos crimes de corrupção passiva e ativa, associação criminosa, branqueamento de capitais e tráfico de influências. 

Lusa
  • Pagaram 10 libras por diamante que vale milhares

    Mundo

    Há 30 anos um comprador adquiriu um anel de diamantes de 26.27 quilates por apenas 10 libras (cerda de 11 euros) numa feira em Isleworth, no oeste Londres. O proprietário passeou durante três décadas com uma peça que valia cerca de 350.000 libras (407.000€) e não sabia. Confessa que até a usava durante as tarefas domésticas.

    SIC

  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.

  • Caçador morre esmagado por elefante

    Mundo

    Um famoso caçador morreu na sexta-feira após ser esmagado por um elefante quando estava a caçar. A morte foi confirmada pelas autoridades do Zimbabué, que adiantaram ainda que o animal foi morto por um dos caçadores do grupo de Theunis Botha.