sicnot

Perfil

Mundo

Quatro mortos em rebentamento de mina no leste da Ucrânia

Pelo menos quatro pessoas morreram e outras 19 ficaram feridas esta noite após o rebentamento de uma mina à passagem de um autocarro de passageiros que tentava evitar um posto de controlo das tropas governamentais no leste da Ucrânia, revelou hoje o comando militar ucraniano na zona do conflito.

© Baz Ratner / Reuters

O incidente aconteceu junto à cidade de Artiómovsk, controlada pelas forças de Kiev, quando um veículo de passageiros, que tinha como destino Górlovka,, em poder das milícias pró-russas, saiu da estrada para evitar um posto de controlo, declarou o porta-voz miliyar ucraniano Anatoli Stelmaj.

Segundo a DAN, a agência noticiosa da autoproclamada República Popular de Notsk, o condutor do autocarro decidiu virar depois dos militares ucranianos o terem impedido de continuar a viagem até Górlovka.

As forças pró-governamentais revelaram ainda que o condutor do autocarro saiu ileso e foi detido pela polícia.

Apesar do cessar fogo que entrou em vigor a 15 de fevereiro se manter cumprido em termos gerais, as hostilidades não cessar entre os dois lados em conflito.

As Nações Unidas estimam em mais de 6.000 o número de mortos, entre civis e combatentes, em quase um ano de conflito no leste da Ucrânia.



Lusa

  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05