sicnot

Perfil

Mundo

Amanda Knox e ex-namorado absolvidos da morte de colega

O Supremo Tribunal italiano anulou a condenação por homicídio de Amanda Knox e do ex-namorado, pondo fim a um caso de grande repercussão. Os jovens estavam acusados do crime de homicídio da estudante britânica Meredith Kercher, em 2007.

© Daniele la Monaca / Reuters

Está é a decisão final sobre o caso e acaba, assim, com uma longa batalha judicial travada por Knox e Raffaele Sollecito. Tanto a jovem como o ex-namorado apresentaram-se sempre como inocentes.

O Supremo Tribunal de Justiça anulou as condenações do ano passado. A decisão significa que os juízes, após analisarem exaustivamente o caso, concluíram que a condenação não poderia ser suportada por provas. 

Em janeiro de 2014, o Tribunal de Recurso de Florença condenou Amanda Knox a 28 anos e seis meses de prisão, e Raffaele Sollecito a 25 anos.

Meredith Kercher foi assassinada em 2007, com facadas, no apartamento que dividia com Knox em Perugia, Itália.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47