sicnot

Perfil

Mundo

População da Serra Leoa três dias em casa para combater Èbola

Os cerca de seis milhões de habitantes da Serra Leoa iniciam hoje um recolher obrigatório de três dias para tentar travar a propagação do vírus Ébola, repetindo a bem sucedida iniciativa semelhante desencadeada em setembro de 2014.  

© Baz Ratner / Reuters

O decreto presidencial, que confina a população às respetivas  casas, entre as 06:00 e as 18:00 locais (mesma hora em Lisboa), foi apresentado pelo Presidente Ernest Bai Koroma como "uma oportunidade para as comunidades participarem diretamente na luta para atingir zero casos [de Ébola] e de pensarem e orarem para a erradicação" da doença do país.

"Nenhuma atividade comercial será autorizada durante este período", durante o qual os restaurantes e bares serão fechados e as atividades nas praias proibidas, disse Koroma.

Apesar de ser um país de maioria muçulmana, está previsto um abrandamento das restrições entre as 07:00 e as 14:00 locais de 29 de março, que coincide com a festa cristã do Domingo de Ramos.

Segundo os dados mais recentes, divulgados quarta-feira pela Organização Mundial da Saúde (OMS), ter confirmado na quarta-feira que o vírus já causou a morte de 3.700 pessoas na Serra Leoa.

A doença transmite-se por contacto direto com o sangue, secreções ou fluidos corporais de pessoas infetadas e ainda não existe tratamento nem vacina certificada.



Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.