sicnot

Perfil

Mundo

Amanda Knox aliviada após absolvição do Supremo Tribunal de Itália

A norte-americana Amanda Knox afirmou hoje estar "extremamente aliviada" após ter sido absolvida pelo Supremo Tribunal de Itália do assassínio de uma estudante britânica.

© Alessandro Bianchi / Reuters

"Estou extremamente aliviada e grata pela decisão do Supremo Tribunal italiano", afirmou em comunicado.

"Saber-me inocente deu-me força nas horas mais sombrias deste teste", disse, agradecendo à família, amigos e desconhecidos o "apoio inestimável".

A norte-americana Amanda Knox e o ex-namorado italiano Raffaele Sollecito foram hoje absolvidos pelo Supremo Tribunal de Itália do crime de homicídio da estudante britânica Meredith Kercher em 2007.

Os juízes da mais alta instância judicial italiana consideraram que os ex-namorados não cometeram o crime.

Em janeiro de 2014, o Tribunal de Recurso de Florença condenou Amanda Knox a 28 anos e seis meses de prisão e Raffaele Sollecito a 25 anos de prisão.

Meredith Kercher foi assassinada em 2007, com facadas, no apartamento que dividia com Knox em Perugia, Itália.

Lusa
  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".

  • O regresso a casa depois do incêndio no Sardoal
    2:43
  • Cerca de 20 mil portugueses vivem em Barcelona
    1:44