sicnot

Perfil

Mundo

Enviado da ONU e mais de 300 pessoas abandonam o Iémen

O enviado especial da ONU para o Iémen, Yamal Benomar, e mais de 300 pessoas, entre funcionários do organismo internacional, colaboradores, representantes de empresas internacionais e famílias, preparam-se para abandonar o país árabe.

© Mohamed Al-Sayaghi / Reuters

Fonte da ONU confirmou à agência Efe que todos estão a bordo de três aviões na pista do aeroporto internacional de Sanaa e espera-se que sigam viajem num par de horas. 


Benomar viajará primeiro para Adis Abeba, estando previsto que se desloque imediatamente para o Egito para participar na cimeira árabe, que começou hoje na localidade de Sharm el Sheik.


Os outros dois aviões têm como destino o Djibuti, acrescentou a mesma fonte.


A iminente saída destes responsáveis estrangeiros acontece no pico da escalada de violência no Iémen, onde uma coligação árabe -- liderada pela Arábia Saudita -- começou na semana passada a bombardear posições dos rebeldes huties.


O próprio aeroporto de Sanaa foi alvo dos bombardeamentos na última noite e as autoridades tiveram de reparar danos provocados pelos ataques numa pista.


Benomar mediou nos últimos meses a crise entre o Presidente iemenita, Abdo Rabu Mansur Hadi, e o movimento xiita dos huties que tomou o poder em fevereiro.


 No dia 22, o enviado especial advertiu para a grave deterioração que sofreu a situação no Iémen e assegurou que o conflito poderia resultar em algo similar ao que se vive no Iraque, na Síria e na Líbia.


Lusa
  • Iémen sob ameaça de uma guerra civil

    Mundo

    A tensão mantém-se no Iémen. Esta segunda-feira, houve registo de novos confrontos na cidade de Taiz, no sudoeste do país. Os receios de uma guerra civil crescem de dia para dia.

  • Fortes explosões na capital do Iémen

    Mundo

    Explosões violentas sentiram-se hoje à noite em Sanaa, onde uma coligação militar dirigida pela Arábia Saudita tem estado a bombardear os rebeldes xiitas que controlam a capital do Iémen, segundo um correspondente da agência noticiosa AFP.

  • Arábia Saudita lançou operação militar contra rebeldes do Iémen
    0:59

    Mundo

    A coligação liderada pela Arábia Saudita efetuou cinco novas incursões aéreas na capital do Iémen e na província que é o bastião dos rebeldes. A ofensiva envolve mais de uma dezena de países, com o objectivo de defender o regime do Presidente. Em sentido inverso, o Irão exige o fim imediato da operação militar.

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.