sicnot

Perfil

Mundo

Enviado da ONU e mais de 300 pessoas abandonam o Iémen

O enviado especial da ONU para o Iémen, Yamal Benomar, e mais de 300 pessoas, entre funcionários do organismo internacional, colaboradores, representantes de empresas internacionais e famílias, preparam-se para abandonar o país árabe.

© Mohamed Al-Sayaghi / Reuters

Fonte da ONU confirmou à agência Efe que todos estão a bordo de três aviões na pista do aeroporto internacional de Sanaa e espera-se que sigam viajem num par de horas. 


Benomar viajará primeiro para Adis Abeba, estando previsto que se desloque imediatamente para o Egito para participar na cimeira árabe, que começou hoje na localidade de Sharm el Sheik.


Os outros dois aviões têm como destino o Djibuti, acrescentou a mesma fonte.


A iminente saída destes responsáveis estrangeiros acontece no pico da escalada de violência no Iémen, onde uma coligação árabe -- liderada pela Arábia Saudita -- começou na semana passada a bombardear posições dos rebeldes huties.


O próprio aeroporto de Sanaa foi alvo dos bombardeamentos na última noite e as autoridades tiveram de reparar danos provocados pelos ataques numa pista.


Benomar mediou nos últimos meses a crise entre o Presidente iemenita, Abdo Rabu Mansur Hadi, e o movimento xiita dos huties que tomou o poder em fevereiro.


 No dia 22, o enviado especial advertiu para a grave deterioração que sofreu a situação no Iémen e assegurou que o conflito poderia resultar em algo similar ao que se vive no Iraque, na Síria e na Líbia.


Lusa
  • Iémen sob ameaça de uma guerra civil

    Mundo

    A tensão mantém-se no Iémen. Esta segunda-feira, houve registo de novos confrontos na cidade de Taiz, no sudoeste do país. Os receios de uma guerra civil crescem de dia para dia.

  • Fortes explosões na capital do Iémen

    Mundo

    Explosões violentas sentiram-se hoje à noite em Sanaa, onde uma coligação militar dirigida pela Arábia Saudita tem estado a bombardear os rebeldes xiitas que controlam a capital do Iémen, segundo um correspondente da agência noticiosa AFP.

  • Arábia Saudita lançou operação militar contra rebeldes do Iémen
    0:59

    Mundo

    A coligação liderada pela Arábia Saudita efetuou cinco novas incursões aéreas na capital do Iémen e na província que é o bastião dos rebeldes. A ofensiva envolve mais de uma dezena de países, com o objectivo de defender o regime do Presidente. Em sentido inverso, o Irão exige o fim imediato da operação militar.

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC