sicnot

Perfil

Mundo

Fim do sequestro na Somália

As tropas somalis já controlaram o hotel de Mogadíscio ocupado por extremistas onde 17 pessoas morreram e 28 ficaram feridas. 

© Feisal Omar / Reuters

Entre as vítimas mortais está o embaixador suiço na Somália, Yusuf Bari-Bari.  

Na sexta-feira, um homem armado tinha entrado no hotel ocupando o terceiro e quarto pisos do edifício, durante 12 horas. Antes um outro tinha detonado um carro, junto à porta do hotel. 

O ataque foi já reivindicado pelo Al-Shabab, o grupo extremista ligado à Al- Qaeda responsável por vários ataques e que chegou a controlar a capital do país entre 2007 e 2011. 


  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08