sicnot

Perfil

Mundo

Restos mortais de passageiros do voo MH17 transportados para a Holanda

Começaram a ser transportados para a Holanda os restos mortais de alguns passageiros do voo MH17, que foi abatido na Ucrânia no ano passado.

O voo MH17 fazia a ligação entre a capital holandesa e Kuala Lumpur, mas despenhou-se a 17 de julho do ano passado, na região de Donetsk. A bordo, seguiam 298 pessoas e nenhuma sobreviveu. (Arquivo)

O voo MH17 fazia a ligação entre a capital holandesa e Kuala Lumpur, mas despenhou-se a 17 de julho do ano passado, na região de Donetsk. A bordo, seguiam 298 pessoas e nenhuma sobreviveu. (Arquivo)

© Maxim Shemetov / Reuters

Os caixões foram alinhados no aeroporto de Cracóvia e depois colocados num helicóptero militar holandês. Foram transportados para Amesterdão, onde vão continuar as investigações.

O voo MH17 fazia a ligação entre a capital holandesa e Kuala Lumpur, mas despenhou-se a 17 de julho do ano passado, na região de Donetsk. A bordo, seguiam 298 pessoas e nenhuma sobreviveu.
  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Raphäel Guerreiro vai continuar a acompanhar a seleção
    1:08
  • 74 mil alunos do secundário têm a vida "suspensa" 
    2:22

    País

    Enquanto o Ministério Público investiga a fuga de informação no exame nacional de Português do 12.º ano, 74 mil estudantes ficam com a vida suspensa. Se a fuga se confirmar, o exame corre o risco de ser anulado e as candidaturas ao ensino superior atrasam. O Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), responsável pelos exames, prometeu esclarecimentos para os próximos dias.