sicnot

Perfil

Mundo

Rússia e EUA querem criar nova Estação Espacial

A Rússia e os Estados Unidos pretendem criar em conjunto uma nova Estação Espacial a partir de 2024, disse hoje o chefe da Roscosmos, a agência espacial russa, Ígor Komarov.

© NASA NASA / Reuters

"A Roscosmos e a NASA irão trabalhar em conjunto no programa da futura Estação Orbital, um projeto aberto a todos os países que pretendam juntar esforços", disse Ígor Komarov em conferência de imprensa em Baikonur.


As duas agências especiais vão também prolongar até 2024 o serviço da atual Estação Espacial Internacional.


Por outro lado, acrescentou o mesmo responsável, a Rússia e os Estados Unidos acordaram unificar as "normas técnicas" dos sistemas de acoplagem das suas naves espaciais.


Na mesma conferência de imprensa, o administrador da NASa Charles Bolden recordou que a Rússia e os Estados Unidos pretendem criar um novo roteiro dos programas de voo a Marte.



A atual Estação Espacial Internacional é um projeto de mais de 100.000 milhões de dólares, está em órbita a uma distância de 335 a 460 quilómetros da Terra e pesa mais de 450 toneladas.


A plataforma espacial desloca-se a 27.000 quilómetros por hora, conta com a participação de 16 países e tem 'residentes' em permanência desde 2000.


Lusa
  • Presidente do Conselho Europeu admite divergências com Trump

    Mundo

    O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, admitiu hoje que a reunião mantida em Bruxelas com o presidente norte-americano, Donald Trump, permitiu constatar pontos de concordância em várias áreas, mas também de discordância noutras, como clima, comércio e Rússia."

  • Mourinho volta a conquistar a Europa

    Liga Europa

    O Manchester United conquistou esta quarta-feira a Liga Europa pela primeira vez. Este foi o quarto título europeu para Mourinho, depois das conquistas da Taça UEFA, em 2002/03, e da Liga dos Campeões, em 2003/04 e 2009/10.

  • Mexicana vence ultramaratona a correr de sandálias e de saia

    Desporto

    Uma mexicana venceu uma ultramaratona de 50 quilómetros a correr de saia e sandálias de borracha. María Lorena Ramírez, de 22 anos, não é atleta profissional, nem recebeu treino específico para a Ultra Trail Cerro Rojo, prova que venceu, mas pertence à tribo Tarahumara, com uma longa e invulgar tradição de excelentes corredores.

    SIC

  • Marcelo diz que a Europa precisa de paixão
    2:36
  • Protestos e violência no Rio de Janeiro
    1:08