sicnot

Perfil

Mundo

Um ferido e um morto em confrontos israelo-palestinianos na Cisjordânia

Na Cisjordânia, pelo menos um manifestante palestiniano ficou ferido e outro foi preso, este sábado, num confronto com tropas israelitas.

Na base do protesto, estariam as comemorações do chamado Dia da Terra, quando, em 1976, os árabes do norte da Galileia fizeram frente a uma campanha do Governo israelita que que queria confiscar terras árabes.

Na base do protesto, estariam as comemorações do chamado Dia da Terra, quando, em 1976, os árabes do norte da Galileia fizeram frente a uma campanha do Governo israelita que que queria confiscar terras árabes.

© Mohamad Torokman / Reuters

Os manifestantes atiraram pedras aos soldados israelitas, que responderam com balas de borracha e gás lacrimogéneo.

Na base do protesto, estariam as comemorações do chamado Dia da Terra, quando, em 1976, os árabes do norte da Galileia fizeram frente a uma campanha do Governo israelita que que queria confiscar terras árabes.
  • Parlamento Europeu reconhece Estado da Palestina

    SIC Europa

    O Parlamento Europeu aprovou hoje uma resolução na qual "apoia, por princípio, o reconhecimento do Estado palestiniano e a solução da coexistência de dois Estados". O PE decide ainda lançar a iniciativa «Deputados para a Paz», que visa reunir deputados europeus, israelitas e palestinianos de vários partidos para promover uma agenda para a paz e complementar os esforços diplomáticos da UE.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.