sicnot

Perfil

Mundo

Líderes da Liga Árabe de acordo sobre criação de força conjunta contra terrorismo

- Os chefes de Estado reunidos na Cimeira da Liga Árabe, no Egito, chegaram a acordo sobre o princípio da criação de uma força militar conjunta, especificamente para combater "os grupos terroristas", disse hoje o Presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sissi.

© Stringer Egypt / Reuters

O anúncio surge num momento em que uma dezena de países árabes levam a cabo uma ofensiva no Iémen contra os rebeldes xiitas que controlam grande parte do país, uma operação militar considerada pelos líderes árabes como um "teste" para a futura força militar conjunta.


"Os líderes árabes chegaram a acordo sobre o princípio criação de uma força militar árabe", afirmou Sissi, que lidera a presidência rotativa da Liga Árabe, no segundo e último dia da cimeira anual que decorre em Sharm el-Sheikh, a estação balnear do Sinai egípcio, sem detalhar como será essa força, os seus objetivos ou a sua composição.


Dos 22 membros que compõem a Liga Árabe (incluindo o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas), 21 chefes de Estado e monarcas presentes ou representados concordaram com a resolução apresentada pelo Egito.


Sissi é há várias semanas o chefe de Estado que reclama com maior insistência a criação desta força árabe para combater em particular o movimento do Estado Islâmico (EI), que multiplica as atrocidades no Iraque e na Síria e está a ganhar terreno na Líbia e no Egito.


A Liga Árabe, que invocou em várias ocasiões a "necessidade urgente" de "uma força de combate aos grupos terroristas", o primeiro dos quais o Estado Islâmico (EI), tem agora um mês para finalizar os detalhes da composição e das missões da força, segundo os diplomatas presentes em Sharm el Sheik.

Lusa
  • Milhares protestam contra Donald Trump no Dia do Presidente
    1:55

    Mundo

    Milhares de pessoas voltaram a protestar contra Donald Trump, nos Estados Unidos da América. As marchas em várias cidades aconteceram no feriado que assinala o Dia do Presidente. Os manifestantes exigiram a destituição do chefe de Estado.

  • O mistério da morte do meio irmão de Kim Jong-un
    2:32
  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Homens e mulheres nas tarefas domésticas
    2:09

    País

    Nas gerações mais novas, já há sinais de mudança na divisão e partilha de tarefas em casa. No entanto, entre os mais velhos, as tarefas de casa são quase sempre obrigação da mulher. A igualdade entre homens e mulheres é ainda miragem dentro de casa e em termos de salários.