sicnot

Perfil

Mundo

Padre brasileiro suspenso após aparecer nu em fotos nas redes sociais

Um sacerdote brasileiro foi suspenso das suas funções pela igreja Católica por ter aparecer nu em fotografias que estão a circular nas redes sociais, informou este domingo a imprensa local.

O sacerdote, de 40 anos, contou que as fotos foram divulgadas por uma mulher com a qual manteve uma relação exclusivamente através de redes sociais. (Arquivo)

O sacerdote, de 40 anos, contou que as fotos foram divulgadas por uma mulher com a qual manteve uma relação exclusivamente através de redes sociais. (Arquivo)

© Fabrizio Bensch / Reuters

O padre, cujo nome não foi divulgado, pertencia à igreja da pequena cidade de Miracema, no norte do estado do Rio de Janeiro, e justificou perante a diocese de Campos de Goytacazes, da qual depende, que foi vítima de uma chantagem.

Segundo o canal de notícias da rede Globo, "selfies" do sacerdote nu começaram a circular na internet e chegaram às autoridades religiosas, que decidiram suspende-lo do cargo no sábado.

O sacerdote, de 40 anos, contou que as fotos foram divulgadas por uma mulher com a qual manteve uma relação exclusivamente através de redes sociais.

Segundo a diocese, o padre disse que foi vítima de uma chantagem através da internet.
Lusa
  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após noite de chuva intensa e queda de granizo
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC