sicnot

Perfil

Mundo

Suiço morre ao tentar volta ao mundo

 O suíço Eric Guilloud morreu sábado no Equador num acidente com o seu avião ultraleve no qual viajava, revelou a Direção Geral de Aviação Civil no seu portal da Internet

© Srdjan Zivulovic / Reuters

Segundo a mesma entidade, a aeronave, um AEROSPOOL WT9 de matrícula E-JUKE, tinha como único ocupante Eric Guilloud e sofreu um acidente na província de Cotopaxi, centro do país, depois de ter descolado de Latacunga com destino a Tabacundo, já na província de Puchincha, cuja capital é Quito.


Eric Guilloud, 62 anos, integrava a indústria farmacêutica quando há quatro anos decidiu "romper com o stresse quotidiano e comprar o ultraleve que apelidava como o seu 'bebé', para dar uma volta ao mundo em 20 meses".


A pequena aeronave tinha espaço para uma mala com bens essenciais básicos e um pequeno compartimento para guardar comida para um dia.


O piloto procurava cruzar os céus de 34 países num total de 76.000 quilómetros, 384 horas de voos e 106 aterragens, acrescentou o organismo de aviação civil ao salientar que o suíço já tinha visitado o Peru, Bolívia, Chile, Argentina e Brasil.


Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.