sicnot

Perfil

Mundo

Exército turco vai permitir que os militares usem barba

O estado-maior do Exército da Turquia anulou a ordem que impedia a entrada nas suas instalações de homens com barba, uma característica masculina associada no país a uma demonstração de religiosidade islâmica. 

Em paralelo, foi também eliminada a obrigação de os militares se barbearem diariamente, até agora imposta a todos os membros das Forças Armadas. (Arquivo)

Em paralelo, foi também eliminada a obrigação de os militares se barbearem diariamente, até agora imposta a todos os membros das Forças Armadas. (Arquivo)

© Osman Orsal / Reuters

Com a nova norma castrense, vai ser permitido que homens com barba entrem em todas as instalações militares, incluindo quartéis, clubes, centros sociais ou academias, informou hoje a agência Anadolu.  

Em paralelo, foi também eliminada a obrigação de os militares se barbearem diariamente, até agora imposta a todos os membros das Forças Armadas.  

"A farda baseia-se na austeridade; o conceito de vestuário inclui mãos, rosto e pelagem. É proibido usar barba, bigode e patilhas", ordenava até agora uma norma redigida durante o governo militar que se seguiu ao golpe de 1980. 

A Anadolu acrescenta que a proibição foi levantada "em resposta a numerosas petições de militares reformados".  

Na última década a proibição de usar barba foi considerada uma espécie de imposição simbólica das Forças Armadas, tradicionais guardiãs do laicismo na Turquia, contra as correntes islamitas que aconselham o uso da barba a todo o muçulmano crente. 

Em 1998 as autoridades turcas tentaram impor uma restrição semelhante nas universidades, semelhante à proibição do véu islâmico para as mulheres, mas ao contrário da norma castrense este regulamento nunca foi aplicado de forma estrita. 

No Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP, a formação conservadora e islamita no poder desde 2002), o aspeto mais comum entre os homens é um bigode muito recortado, enquanto muitas mulheres não prescindem do uso do véu islâmico. A barba é mais associada a correntes fundamentalistas, à esquerda, ou a círculos artísticos ou boémios. 
Lusa
  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.