sicnot

Perfil

Mundo

Exército turco vai permitir que os militares usem barba

O estado-maior do Exército da Turquia anulou a ordem que impedia a entrada nas suas instalações de homens com barba, uma característica masculina associada no país a uma demonstração de religiosidade islâmica. 

Em paralelo, foi também eliminada a obrigação de os militares se barbearem diariamente, até agora imposta a todos os membros das Forças Armadas. (Arquivo)

Em paralelo, foi também eliminada a obrigação de os militares se barbearem diariamente, até agora imposta a todos os membros das Forças Armadas. (Arquivo)

© Osman Orsal / Reuters

Com a nova norma castrense, vai ser permitido que homens com barba entrem em todas as instalações militares, incluindo quartéis, clubes, centros sociais ou academias, informou hoje a agência Anadolu.  

Em paralelo, foi também eliminada a obrigação de os militares se barbearem diariamente, até agora imposta a todos os membros das Forças Armadas.  

"A farda baseia-se na austeridade; o conceito de vestuário inclui mãos, rosto e pelagem. É proibido usar barba, bigode e patilhas", ordenava até agora uma norma redigida durante o governo militar que se seguiu ao golpe de 1980. 

A Anadolu acrescenta que a proibição foi levantada "em resposta a numerosas petições de militares reformados".  

Na última década a proibição de usar barba foi considerada uma espécie de imposição simbólica das Forças Armadas, tradicionais guardiãs do laicismo na Turquia, contra as correntes islamitas que aconselham o uso da barba a todo o muçulmano crente. 

Em 1998 as autoridades turcas tentaram impor uma restrição semelhante nas universidades, semelhante à proibição do véu islâmico para as mulheres, mas ao contrário da norma castrense este regulamento nunca foi aplicado de forma estrita. 

No Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP, a formação conservadora e islamita no poder desde 2002), o aspeto mais comum entre os homens é um bigode muito recortado, enquanto muitas mulheres não prescindem do uso do véu islâmico. A barba é mais associada a correntes fundamentalistas, à esquerda, ou a círculos artísticos ou boémios. 
Lusa
  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.