sicnot

Perfil

Mundo

Três médicos estrangeiros expulsos de hospital angolano por falta de humanismo

A direção do Hospital Geral de Malanje, no norte de Angola, decidiu expulsar três médicos estrangeiros que ali exerciam funções, devido à alegada falta de humanismo que demonstravam, foi hoje divulgado.

Darko Bandic

A direção do hospital central daquela província angolana não revelou a nacionalidade dos médicos, mas admitiu que a unidade apresenta ainda assim um défice de 70 profissionais.

O diretor clínico do Hospital Geral de Malanje afirmou, citado pela rádio pública angolana, que estes três médicos expatriados foram expulsos devido à "falta de humanismo" na relação com utentes, mas não só.

"Falta de humanismo até no sentido da colaboração com os outros profissionais", explicou ainda Jacob Lenvo, sem adiantar mais pormenores sobre os alegados comportamentos incorretos destes médicos.

De acordo com dados da Ordem dos Médicos de Angola, o número destes profissionais a trabalhar no país é ainda insuficiente, numa relação de um clínico por cada oito mil habitantes.

Lusa
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espirito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espirito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Porque abanam as bancadas
    9:37