sicnot

Perfil

Mundo

Áustria vai julgar jovem de 14 anos por planear ataque terrorista

Um adolescente de 14 anos que confessou ter tentado fazer explodir uma bomba numa estação de comboios em Viena e reivindica ser um jihadista, vai ser julgado pela justiça austríaca a 19 de maio.  

© Leonhard Foeger / Reuters

O estudante de origem turca foi detido em janeiro deste ano, depois de ter tentado fugir, violando medidas de controlo judicial.

Detido pela primeira vez em 2014, na sua escola em Sankt-Pölten (leste), o adolescente admitiu ter tentado detonar uma bomba numa estação de comboios da capital austríaca. Por causa de ser menor de idade, foi libertado após duas semanas mas ficou sujeito a controlo judicial.

Fonte policial disse ainda que o estudante manifestou o desejo de integrar as fileiras do grupo Estado Islâmico (EI) na Síria, noticiou a agência de notícias francesa AFP.

Na edição de hoje do jornal Krone, o advogado do adolescente diz que o seu cliente estava apenas a brincar com a ideia de fazer explodir uma bomba.

De acordo com partes da acusação citadas por aquele diário, foram encontradas imagens de extrema violência pertencentes ao EI no computador, telefone e na consola de jogos do adolescente.

Em meados de março, um adolescente austríaco de 16 anos, que foi para a Síria lutar junto do EI, tendo ficado gravemente ferido, após o que regressou ao país e entregou-se à polícia.

Cerca de 200 pessoas partiram da Áustria para as fileiras do EI na Síria e no Iraque, segundo as autoridades e, destas, 70 já regressaram, estando algumas detidas a aguardar julgamento.


Lusa
  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.