sicnot

Perfil

Mundo

Último dia das negociações sobre programa nuclear iraniano arranca na Suíça

Os ministros dos Negócios Estrangeiros das principais potências iniciaram o último dia de conversações com vista à assinatura de um acordo nuclear com o Irão até à meia-noite de hoje, informou a AFP. 

© POOL New / Reuters

A reunião na Suíça inclui os chefes da diplomacia dos EUA, China, Grã-Bretanha, França e Alemanha, mas não da Rússia.


Os ministros devem reunir-se com o homólogo iraniano durante a manhã de hoje, segundo a AFP. 


O grupo 5+1 (EUA, Rússia, China, França, Reino Unido e Alemanha), em que o executivo de Paris é considerado o mais intransigente face a Teerão, negoceia com o Irão uma série de restrições ao seu programa nuclear em troca do alívio das sanções económicas a que o país está atualmente sujeito.



No entanto, prevê-se que o acordo provisório firmado com o Irão em novembro de 2013 permaneça em vigor até 30 de junho, enquanto não forem acordados os detalhes técnicos desta nova iniciativa, ainda sem confirmação de sucesso.



O objetivo das seis potências, os cinco países que possuem direito de veto no Conselho de Segurança (Estados Unidos, Rússia, China, França e Reino Unido), e a Alemanha, que se têm reunido com responsáveis iranianos, consiste em obter um acordo duradouro até à meia-noite de hoje e que termine com um contencioso que se prolonga há mais de uma década. 


A comunidade internacional receia que o Irão pretenda munir-se da bomba nuclear, uma alegação desde sempre rejeitada por Teerão que insiste na componente exclusivamente civil do seu programa.


Lusa
  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.