sicnot

Perfil

Mundo

Morreu a mulher mais velha do mundo

 A pessoa mais velha do mundo, a japonesa Misao Okawa, morreu hoje aos 117 anos por causas naturais, informou a estação pública nipónica NHK.

© KYODO Kyodo / Reuters

Misao Okawa morreu pouco antes das sete da manhã locais (noite de terça-feira em Lisboa) num lar em Osaka, no oeste do Japão, onde residia, disseram fontes médicas à NHK.


Desde fevereiro de 2013, Okawa era reconhecida como a mulher mais velha do mundo pelo "Guinness Book of Records", e desde agosto desse mesmo ano como a pessoa mais velha viva. 


Okawa nasceu a 05 de março de 1898 em Osaka, e tinha três filhos, quatro netos e seis bisnetos.


Os seus segredos para a longevidade eram viver sem 'stress', dormir pelo menos oito horas diárias e comer o que gostava e de forma abundante, explicou em várias ocasiões à imprensa japonesa. 


A japonesa celebrou o seu último aniversário no lar onde residia, junto da família, incluindo o filho mais velho Hiroshi, de 92 anos, e um bisneto de dois anos.


O Japão é também o país de origem do homem mais velho do mundo, Sakari Momoi, de 112 anos.


Em 2013, a esperança média de vida para as mulheres no Japão era de 86,61 anos, a maior do mundo, enquanto para os homens era de 80,21, a quarta mais extensa do mundo, de acordo com o Ministério da Saúde.


Lusa
  • Japonesa Misao Ohkawa celebra 117 anos e é a pessoa mais idosa do mundo

    Mundo

    A pessoa mais velha do mundo celebra hoje 117 anos de vida. A festa da japonesa Misao Ohkawa aconteceu um dia antes da data oficial, por motivos que não foram explicados. A centenária recebeu um ramo de flores por mais um aniversário, celebrado na companhia da família. Ohkawa nasceu em 1898 e casou em 1919. Foi mãe de três filhos e tem quatro netos e seis bisnetos. Nunca teve uma doença grave e anda de cadeira de rodas só para evitar eventuais quedas. De acordo com o Governo japonês, o país tem 58 mil pessoas com mais de cem anos – ou seja, mais quatro mil e 400 que no ano passado.

  • Japonesa celebra 117 anos
    0:55

    Mundo

    A mulher mais velha do mundo faz 117 anos. Misao Okawa nasceu em 1898 no Japão e recebeu ontem a visita de filhos, netos e bisnetos para antecipar o aniversário.

  • "Não partilhei SMS com ninguém"
    0:43

    Caso CGD

    António Domingues afirma que nunca revelou o conteúdo das mensagens trocadas com o ministro das Finanças sobre a entrega das declarações de património ao Tribunal Constitucional. O tema dos SMS foi abordado pelo ex-presidente da Caixa na sequência de uma pergunta do PCP sobre declarações feitas por António lobo Xavier no programa da SIC Notícias "Quadratura do Círculo".

  • "As regras europeias de bem estar animal são dogmas", diz diretor-geral de Veterinária
    1:32

    País

    O diretor-geral de Alimentação e Veterinária considera que as regras de bem estar animal que existem na União Europeia (UE) "parecem configurar uma transfiguração antropomórfica dos animais". Em declarações à SIC, a propósito da exportação de animais vivos para países terceiros, que têm outras regras de abate, Fernando Bernardo defendeu ainda que o método usado em Israel provoca uma insensibilização mais rápida do que o praticada na UE.

  • PAN questiona Governo sobre aposta na exportação de animais vivos para o Médio Oriente
    1:56

    País

    O partido Pessoas-Animais-Natureza lembra que à luz do Regulamento nº. 1/2005 do Conselho Europeu, os estados-membros da União Europeia (UE) devem evitar transportar animais vivos em viagens de longo curso. O deputado André Silva considera, por isso, que "o Estado português está a incumprir o regulamento" ao fomentar estas viagens, numa clara aposta económica em torno da exportação de animais vivos para Israel e outros destinos fora da UE. Para o deputado do PAN, é muito difícil ou "mesmo impossível assegurar o bem estar dos animais" em viagens de vários dias.

  • Trump pensou que presidência "seria mais fácil"

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou que a Presidência é mais difícil do que pensava e que tem saudades da vida que levava antes, em entrevistas a propósito dos primeiros 100 dias em funções.