sicnot

Perfil

Mundo

Polícia indiana detém mais 4 suspeitos por violação de freira

A polícia indiana anunciou hoje a detenção quatro nacionais do Bangladesh suspeitos no caso de violação de uma freira idosa, que está a chocar a comunidade cristã do país.

© Adnan1 Abidi / Reuters

A religiosa, com mais de 70 anos, necessitou de uma cirurgia na sequência da agressão sexual de que foi alvo no mês passado, quando um gangue de assaltantes invadiu um colégio de freiras onde residia, no estado de West Bengal, no leste da Índia. 


O vice-inspetor geral Dilip Kumar Adak disse que a polícia seguiu os suspeitos até ao estado de Punjab, no norte, depois de imagens captadas por câmaras de videovigilância terem circulado a nível nacional. 


"Mais quatro nacionais do Bangladesh que se assemelham às fotografias e desenhos dos suspeitos na violação e roubo da escola secundária do Convento de Jesus em Ranaghat foram detidos", afirmou.


Outros dois suspeitos no caso estão sob custódia depois de terem sido detidos na semana passada.


Adak disse que a polícia identificou, através das imagens de CCTV, oito pessoas que entraram no convento.


Um deles tinha sido contratado pelas freiras para fazer trabalhos de construção, acrescentou. 

Lusa



  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.