sicnot

Perfil

Mundo

Três esquiadores mortos em avalanche nos Alpes franceses

Dois austríacos e um italiano morreram esta quarta-feira numa avalanche no maciço de Écrins, Alpes franceses, e uma quarta pessoa encontra-se em "estado muito grave", referiu o departamento dos Altos-Alpes.

A avalanche foi registada às 15:00 locais (14:00 em Lisboa) a mais de 3.000 metros de altitude, na comuna de Pelvoux, no departamento dos Altos-Alpes.

A avalanche foi registada às 15:00 locais (14:00 em Lisboa) a mais de 3.000 metros de altitude, na comuna de Pelvoux, no departamento dos Altos-Alpes.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

As vítimas integravam um grupo de dez esquiadores que percorriam a região com um guia, indicaram à agência noticiosa AFP as equipas de bombeiros que participaram nas operações de socorro. 

A avalanche foi registada às 15:00 locais (14:00 em Lisboa) a mais de 3.000 metros de altitude, na comuna de Pelvoux, no departamento dos Altos-Alpes. Numerosos socorristas foram enviados para o local. 

O ferido, com prognóstico reservado, terá sido transportado de helicóptero para o aeroporto de Grenoble, enquanto os restantes membros do grupo foram acolhidos no refúgio de Écrins. 

No final do dia ainda prosseguiam as buscas para detetar eventuais novas vítimas, apesar do forte vento, que soprava a mais de 80 quilómetros por hora, estar a dificultar as operações. 

Segundo o tenente-coronel Patrick Moreau, diretor do departamento dos bombeiros locais, não existem sinais de que outras pessoas tenham sido atingidas pela avalanche. 

Dois outros esquiadores também foram encontrados mortos nesta região dos Altos-Alpes, após uma avalanche registada no maciço de Dévoluy. 

Lusa
  • Oito mortos em avalanches nos Alpes suíços

    Mundo

    Oito esquiadores morreram no sábado em avalanches nos Alpes suíços, apesar das advertências contra a prática de esqui devido às condições perigosas, de acordo com a atualização feita hoje pelas autoridades

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.