sicnot

Perfil

Mundo

Al-Qaida ataca prisão no Iémen e liberta 300 presos

A Al-Qaida na Península arábica (AQPA) atacou hoje a prisão central de Moukalla, no sudeste do Iémen, e libertou perto de 300 detidos, incluindo um dos seus chefes, informou uma fonte de segurança.

© Khaled Abdullah Ali Al Mahdi

"Um dirigente da AQPA, Khaled Batarfi, detido há mais de quatro anos, figura entre os mais de 300 prisioneiros que conseguiram escapar da prisão central de Moukalla", na província de Hadramout, atacada esta madrugada por combatentes da rede extremista, disse à AFP a fonte não identificada. 
  • Falta de segurança nas fronteiras do Iémen facilita entrada de terroristas
    1:19

    Mundo

    O responsável pela Agência de Segurança Nacional do Iémen reconhece que haverá um número elevado de terroristas no país, devido à falta de segurança nas fronteiras marítimas e terrestres, mas garante que o Iémen é a princípal vítima desta situação. As declarações de Al Ahmad, feitas um dia depois da notícia da detenção de um português no Iémen, por suspeitas de pertencer a uma célula da Al-Qaeda.

  • Líder xiita do Iémen preparado para enfrentar "qualquer medida" da ONU
    0:48

    Mundo

    O líder do grupo xiita do Iémen declara que o movimento está preparado para enfrentar qualquer medida que seja adotada pelo Conselho de Segurança da ONU. As declarações surgem depois de o conselho ter apelado a um cessar-fogo imediato no país e depois de a milícia xiita ter tomado de assalto o palácio presidencial durante a tarde de ontem.

  • Arábia Saudita lançou operação militar contra rebeldes do Iémen
    0:59

    Mundo

    A coligação liderada pela Arábia Saudita efetuou cinco novas incursões aéreas na capital do Iémen e na província que é o bastião dos rebeldes. A ofensiva envolve mais de uma dezena de países, com o objectivo de defender o regime do Presidente. Em sentido inverso, o Irão exige o fim imediato da operação militar.

  • ONU pede respeito pelos direitos humanos no Iémen
    2:06

    Mundo

    O porta-voz da ONU, Farhan Haq, exortou a coligação árabe, liderada pela Arábia Saudita, a respeitar o direito internacional e os direitos humanos no Iémen. Os ataques aéreos contra alvos xiitas houthis têm feito dezenas de baixas entre os civis. A campanha para repor o presidente legítimo teve início há uma semana.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.