sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 17 mortos e 40 feridos em atentado no leste do Afeganistão

Pelo menos 17 pessoas morreram hoje e 40 ficaram feridas num atentado suicida perpetrado durante uma manifestação em Khost, no leste do Afeganistão, perto da fronteira com o Paquistão, anunciaram as autoridades locais. 

HEDAYATULLAH AMID

O atentado ocorreu cerca das 10:00 locais (06:30 em Lisboa), quando milhares de manifestantes se dirigiam para a residência do governador da província de Khost, Abdul Jabar Naeemi, que acusam de corrupção, disse à agência noticiosa espanhola EFE o porta-voz do governador, Mubariz Zadran. 

Zadran acrescentou que o número de vítimas pode aumentar nas próximas horas, dado que alguns feridos estão em estado crítico. 

O deputado e presidente da comissão de Defesa do parlamento afegão, Homayoon Homayoon, ficou ferido no atentado. 

Os talibãs, responsáveis pela grande maioria dos atentados no Afeganistão, negaram a autoria deste atentado, disse o porta-voz dos rebeldes, Zabihullah Mujahid, na sua conta na rede social "Twitter". 

Em novembro passado, meia centena de pessoas morreu quando um terrorista suicida se fez explodir durante um jogo de voleibol, na província de Khost, junto à fronteira com zonas tribais paquistanesas, refúgio de combatentes islamitas. A zona é, desde junho, palco de uma vasta operação do exército paquistanês. 

A província de Khost é considerada um bastião da rede Haqqani, poderoso ramo dos talibãs afegãos, que geralmente não reivindicam atentados contra alvos civis. 

De acordo com um relatório da ONU, publicado em fevereiro, o número de vítimas civis do conflito afegão aumentou no ano passado, com perto de 3.700 mortos e 6.850 feridos. 

Este aumento, de 22% relativamente ao ano anterior, deveu-se à intensificação dos combates terrestres.

A NATO terminou, no fim do ano passado, a missão de combate no Afeganistão, ISAF, que foi substituída desde janeiro pela operação "Apoio Decidido", que integra perto de quatro mil soldados em tarefas de assistência e formação das forças de segurança afegãs. 

Os Estados Unidos mantêm a missão antiterrorista no Afeganistão com 9.800 soldados. 

Na semana passada, o presidente norte-americano, Barack Obama, anunciou que vai manter a operação no terreno até final do ano, em vez de reduzir os efetivos para metade, como inicialmente previsto. 

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.