sicnot

Perfil

Mundo

Rússia nega que naufrágio de pesqueiro se tenha devido a choque com submarino

A Rússia negou hoje que se tenha devido a uma colisão com um submarino o naufrágio de um pesqueiro na quinta-feira no mar de Ojotsk, frente à península de Kamchatka, no qual morreram 56 pessoas.

© Stringer Russia / Reuters

"Todas as informações divulgadas por algumas agências e redes sociais acerca da suposta causa do naufrágio do pesqueiro são invenções", disse o porta-voz da Marinha russa, general Igor Konashenkov.

Este responsável adiantou que na altura do incidente "não havia qualquer submarino russo naquela área".

Foram retomados hoje os trabalhos de busca dos 13 desaparecidos do pesqueiro Dalniy Vostok, que naufragou na madrugada de quinta-feira. Duas dezenas de pesqueiros, uma embarcação de resgate e um helicóptero participam nas buscas.

Dos 63 sobreviventes, cerca de uma dezena com sintomas graves de hipotermia foi transportado na quinta-feira e hoje para hospitais de península de Kamchatka e os restantes deverão abandonar hoje a zona do naufrágio.

No navio trabalhavam 78 russos e 54 estrangeiros, de países como a Birmânia, Ucrânia, Vanuatu e Letónia.






Lusa
  • Hospitais vão ser penalizados se não cumprirem tempos de espera
    2:37

    País

    O Ministério da Saúde vai penalizar os hospitais que não cumprem os tempos de espera nas urgências e que tenham taxas elevadas de cesarianas. O novo modelo de financiamento prevê ainda linhas de financiamento próprio para a obesidade e rastreios do cancro do cólon e do colo do útero.

  • Assédio, até onde vai a tolerância?
    35:26