sicnot

Perfil

Mundo

Avião despenha-se na Venezuela com uma tonelada de cocaína a bordo

Um pequeno avião, que transportava perto de uma tonelada de cocaína, despenhou-no estado de Cojedes, no centro da Venezuela, e os três ocupantes morreram no impacto, anunciou hoje fonte judicial venezuelana. 

(Arquivo)

(Arquivo)

© Handout . / Reuters

Depois do acidente, ocorrido na quinta-feira de manhã, na zona de Girardot, a 250 quilómetros de Caracas, a polícia, alertada pelos residentes locais que testemunharam o desastre, verificou que o aparelho transportava "999,06 quilogramas de cocaína", explicou o Ministério Público em comunicado. 

A droga estava dividida em 863 pacotes, cuja origem ainda não foi determinada. Os três ocupantes do avião, todos mortos, não foram identificados, de acordo com as autoridades. 

A Venezuela é considerada pelas Nações UNidas como um país de trânsito para os traficantes de estupefacientes, nomeadamente da vizinha Colômbia. Em 2013, a Guarda Bolivariana venezuelana apreendeu 39 toneladas de vários tipos de droga. 


Lusa
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas. 

  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".