sicnot

Perfil

Mundo

Designer Pedro del Hierro morreu aos 66 anos

O designer espanhol Pedro del Hierro morreu hoje em Madrid, aos 66 anos, "de causas naturais", disseram à agência noticiosa espanhola EFE fontes do grupo Cortefiel, proprietário da empresa. 

ZIPI

Pedro del Hierro nasceu a 03 de outubro de 1948, em Madrid, e deixou de apresentar coleções em desfiles de moda em 2002, quando começou a ter problemas de saúde, embora nos últimos anos a situação "se tenha estabilizado", disse o diretor corporativo do grupo, Ignacio Serra. 

O corpo do designer vai ser cremado no domingo, na capital espanhola, disseram as mesmas fontes. 

A diretora da Associação Criadores de Moda de Espanha (ACME), Pepa Bueno, afirmou que Pedro del Hierro foi uma "figura central da história da moda espanhola", tendo sido o primeiro designer espanhol com loja própria em grandes armazéns. 

"Em Espanha, não há quem não saiba quem é Pedro del Hierro, apesar de se ter retirado há muito da primeira linha da moda", acrescentou. 

Numa mensagem de condolências, o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, afirmou que Del Hierro "soube colocar a arte e o luxo da alta costura ao alcance de todos". 

"Através de coleções cheias de originalidade, coerentes e com um selo de qualidade próprio, Pedro del Hierro soube colocar a arte e o luxo da alta costura ao alcance de todos, o que o transformou numa das referências máximas do pronto-a-vestir internacional e num símbolo imprescindível da marca Espanha", sublinhou o chefe do governo. 










Lusa
  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49