sicnot

Perfil

Mundo

Designer Pedro del Hierro morreu aos 66 anos

O designer espanhol Pedro del Hierro morreu hoje em Madrid, aos 66 anos, "de causas naturais", disseram à agência noticiosa espanhola EFE fontes do grupo Cortefiel, proprietário da empresa. 

ZIPI

Pedro del Hierro nasceu a 03 de outubro de 1948, em Madrid, e deixou de apresentar coleções em desfiles de moda em 2002, quando começou a ter problemas de saúde, embora nos últimos anos a situação "se tenha estabilizado", disse o diretor corporativo do grupo, Ignacio Serra. 

O corpo do designer vai ser cremado no domingo, na capital espanhola, disseram as mesmas fontes. 

A diretora da Associação Criadores de Moda de Espanha (ACME), Pepa Bueno, afirmou que Pedro del Hierro foi uma "figura central da história da moda espanhola", tendo sido o primeiro designer espanhol com loja própria em grandes armazéns. 

"Em Espanha, não há quem não saiba quem é Pedro del Hierro, apesar de se ter retirado há muito da primeira linha da moda", acrescentou. 

Numa mensagem de condolências, o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, afirmou que Del Hierro "soube colocar a arte e o luxo da alta costura ao alcance de todos". 

"Através de coleções cheias de originalidade, coerentes e com um selo de qualidade próprio, Pedro del Hierro soube colocar a arte e o luxo da alta costura ao alcance de todos, o que o transformou numa das referências máximas do pronto-a-vestir internacional e num símbolo imprescindível da marca Espanha", sublinhou o chefe do governo. 










Lusa
  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.