sicnot

Perfil

Mundo

Designer Pedro del Hierro morreu aos 66 anos

O designer espanhol Pedro del Hierro morreu hoje em Madrid, aos 66 anos, "de causas naturais", disseram à agência noticiosa espanhola EFE fontes do grupo Cortefiel, proprietário da empresa. 

ZIPI

Pedro del Hierro nasceu a 03 de outubro de 1948, em Madrid, e deixou de apresentar coleções em desfiles de moda em 2002, quando começou a ter problemas de saúde, embora nos últimos anos a situação "se tenha estabilizado", disse o diretor corporativo do grupo, Ignacio Serra. 

O corpo do designer vai ser cremado no domingo, na capital espanhola, disseram as mesmas fontes. 

A diretora da Associação Criadores de Moda de Espanha (ACME), Pepa Bueno, afirmou que Pedro del Hierro foi uma "figura central da história da moda espanhola", tendo sido o primeiro designer espanhol com loja própria em grandes armazéns. 

"Em Espanha, não há quem não saiba quem é Pedro del Hierro, apesar de se ter retirado há muito da primeira linha da moda", acrescentou. 

Numa mensagem de condolências, o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, afirmou que Del Hierro "soube colocar a arte e o luxo da alta costura ao alcance de todos". 

"Através de coleções cheias de originalidade, coerentes e com um selo de qualidade próprio, Pedro del Hierro soube colocar a arte e o luxo da alta costura ao alcance de todos, o que o transformou numa das referências máximas do pronto-a-vestir internacional e num símbolo imprescindível da marca Espanha", sublinhou o chefe do governo. 










Lusa
  • O que o mundo diz sobre o busto de Cristiano Ronaldo

    Desporto

    O Aeroporto Cristiano Ronaldo foi inaugurado esta quarta-feira. A notícia foi dada pelos meios de comunicação de todo o mundo, que não deixaram passar o busto do jogador português, apresentado pelo próprio. A estátua foi amplamente comentada e analisada, com palavras como "terrível", "duvidoso" e "bizarro".

    Ana Rute Carvalho

  • Mulher detida ao tentar atropelar polícias junto ao Capitólio, em Washington

    Mundo

    Agentes da polícia abriram fogo contra uma mulher (e não um homem, ao contrário do que inicialmente se disse) que conduzia um carro perto do Capitólio e tentava atropelá-los, segundo o Departamento da Polícia Metropolitana de Washington. A mulher foi detida mas a polícia garante que não se tratou de um ato terrorista.

  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.