sicnot

Perfil

Mundo

ONU debate hoje proposta russa de pausas humanitárias no Iémen

O Conselho de Segurança da ONU reúne-se hoje para debater uma proposta russa sobre pausas humanitárias na operação militar aérea da Arábia Saudita no Iémen, disseram diplomatas. 

© Mohamed Al-Sayaghi / Reuters

A Rússia pediu a reunião perante os receios crescentes em relação a um número crescente de vítimas civis do conflito no Iémen. 

Aleksey Zaytsev, porta-voz da missão russa na ONU, disse que as consultas à porta fechada seriam sobre "possíveis pausas humanitárias nos ataques aéreos". 

A reunião está marcada para as 15:00 TMG (16:00 em Lisboa). 

A violência aumentou no Iémen, onde uma coligação liderada pela Arábia Saudita realiza ataques aéreos contra os rebeldes xiitas 'huthis', que tomaram em setembro várias zonas do país e forçaram o Presidente Abd Rabbo Mansour Hadi a fugir para território saudita.

A ONU considera Hadi o presidente legítimo do Iémen. 

Os 'huthis" conquistaram a capital Sana em fevereiro e no mês passado avançaram para a cidade portuária de Aden, bastião de Hadi. 

A chefe para a ajuda humanitária da ONU, Valerie Amos, afirmou na quinta-feira estar "extremamente preocupada" com a morte de civis, depois de várias fontes terem indicado que 519 pessoas morreram e quase 1.700 ficaram feridas em duas semanas de confrontos no Iémen. 










Lusa
  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.