sicnot

Perfil

Mundo

Seis soldados mortos no leste separatista pró-russo da Ucrânia

Seis soldados ucranianos morreram hoje em dois incidentes diferentes no leste separatista pró-russo da Ucrânia, onde continuam a ocorrer confrontos esporádicos apesar da trégua instaurada em meados de fevereiro, informou um porta-voz militar.

© Handout . / Reuters

"Infelizmente, hoje já foram mortos seis soldados ucranianos", disse o porta-voz Oleksandr Motuzyanyk à agência France Presse.

Quatro dos soldados morreram quando o veículo em que seguiam foi atingido por um míssil ao atravessar uma ponte perto do bastião separatista de Lugansk e os outros dois morreram na explosão de uma mina antitanque nos arredores da cidade portuária de Mariupol, controlada pelo Governo.

Depois de um período de acalmia em termos de mortes, nas últimas 48 horas foram mortos nove soldados ucranianos. O conflito no leste da Ucrânia causou mais de 6.000 mortos em perto de um ano.













Lusa
  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.