sicnot

Perfil

Mundo

Maior acelerador de partículas volta a funcionar

O Acelerador de Partículas do Centro Europeu de Pesquisa Nuclear foi esta manhã reactivado. Depois de dois anos em manutenção o equipamento reiniciou a sua atividade com uma energia superior à que estava a utilizar.

Reuters

O Grande Colisor de Hádrons (LHC) está enterrado a 100 metros de profundidade num local junto da fronteira franco-suíça e na sua primeira fase de funcionamento permitiu confirmar a existência do bosão de Higgs, uma partícula que pode explicar a razão de as outras adquirirem massa.

"O LHC está em grande forma", disse Frédérick Bordry, um dos diretores do Laboratório Europeu de Física de Partículas (CERN, em inglês).

Segundo o comunicado do CERN, este domingo de manhã um feixe de protões percorreu os 27 quilómetros de diâmetro do LHC, num sentido, e depois das 12:00 foi provocado o percurso em sentido inverso.

"O passo mais importante está à nossa frente, ao conseguirmos trazer a energia dos feixes para níveis recordes", notou Frédérick Bordry no comunicado do laboratório, citado pela agência France Presse.

A paragem de dois anos aconteceu para que o acelerador fosse reparado e consolidado para funcionar com um nível de energia mais elevado.


Com Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.