sicnot

Perfil

Mundo

Comunidade internacional deve denunciar e atuar perante crimes contra cristãos, diz Papa

A comunidade internacional deve denunciar e atuar perante os crimes de que são vítimas os cristãos em todo o mundo, declarou hoje o papa Francisco, por ocasião da bênção da Páscoa.   

reuters

"Desejo que a comunidade internacional não assista muda e inerte a tais crimes inaceitáveis, que constituem uma deriva preocupante dos direitos humanos mais elementares", declarou Jorge Maria Bergoglio, perante milhares de pessoas reunidas na praça de São Pedro para a recitação do 'Regina Coeli', oração que substitui o 'Angelus' nas celebrações pascais. 

"Desejo verdadeiramente que a comunidade internacional não desvie o olhar", sublinhou. 

Francisco pediu orações, mas também uma "participação concreta" e gestos de ajuda "palpável na defesa e proteção dos irmãos e irmãs perseguidos, exilados, assassinados, decapitados unicamente por serem cristãos".

No domingo, o papa já tinha apelado para o fim das perseguições e da violência em nome da religião, na sequência do massacre na universidade de Garissa, no Quénia, que provocou 148 mortos. 


  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10