sicnot

Perfil

Mundo

Estudo conclui que tartarugas gigantes das Galápagos preferem comer plantas invasoras

Mais de metade da dieta das espécies de tartarugas gigantes das ilhas Galápagos, situadas perto do Equador, é feita de plantas que foram introduzidas de forma não natural, indica um estudo da Universidade de Washington, nos Estados Unidos. 

© Ints Kalnins / Reuters

As conclusões da investigação, publicadas hoje pela revista especializada Biotropica, chamam a atenção para a importância das espécies invasoras de plantas, que os responsáveis pelas ilhas queriam erradicar.

"A conservação da biodiversidade é um enorme problema nas Galápagos. Erradicar mais de 750 espécies de plantas invasoras é impossível, e até o seu controle é complicado. Felizmente, a conservação das tartarugas parece ser compatível com a sua presença", assegurou Stephen Blake, diretor do estudo.

As novas espécies de plantas foram introduzidas nas ilhas no início da década de 1930 para aumentar a produção local, e depois de terem sido eliminadas espécies nativas nas terras altas para a produção agrícola.

O estudo, que durou quatro anos, foi realizado na ilha de Santa Cruz, que acolhe o maior ajuntamento de população humana nas Galápagos.

Concluíram que as tartarugas passam mais tempo a comer as espécies não nativas do que as originais.

No entanto, os investigadores não se mostraram surpreendidos quando descobriram, por exemplo, que as árvores de goiabas locais produzem frutos pequenos com sementes grandes, casca grossa e uma polpa pequena e amarga.

Pelo contrário, as árvores de goiaba introduzidas na ilha produzem frutos maiores, com uma polpa doce e abundante, coberta por casca fina, preferidas pelas tartarugas.



Lusa
  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.