sicnot

Perfil

Mundo

NASA convida pessoas a partilharem nas redes sociais o seu lugar favorito

A NASA convidou hoje as pessoas a partilharem nas redes sociais vídeos e fotografias dos seus lugares favoritos com a etiqueta "NoPlaceLikeHome" para assinalar o Dia da Terra, que se celebra a 22 de abril.

© Carlos Barria / Reuters

"Na NASA exploramos os planetas e adoramos as montanhas de Marte, os anéis de Saturno, a inclinação axial de 99,77 graus de Úrano. Mas, é o Dia da Terra. Vamos explorar também o nosso planeta", refere em comunicado da agência espacial norte-americana.

Nas próximas duas semanas, a NASA vai mostra imagens inéditas do mundo: dos mares, florestas, desertos e calotas polares da Terra tiradas pelos satélites a partir do espaço.

As imagens da NASA vão ser divulgadas nas redes sociais e todas vão estar identificadas com a etiqueta "NoPlaceLikeHome" (Não há lugar como a casa).

O ano passado, a NASA pediu às pessoas para fazerem um autorretrato, depois divulgado nas redes sociais com a etiqueta GlobalSelfie, para fazer um mosaico único com a cara das pessoas que habitam no planeta.

O Dia da Terra é celebrado em vários lugares do mundo desde 1970, quando o senador Gaylord Nelson promoveu nos Estados Unidos uma manifestação para render homenagem ao planeta e alertar para problemas ambientais.

No próximo dia 22, como acontece desde 1970, diferentes cidades devem vestir-se de verde para alertar para a necessidade de proteger o planeta.



Lusa
  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Hospitais já registam picos de afluência apesar de casos de gripe serem ainda poucos
    2:13

    País

    A gripe ainda não chegou em força, mas nos últimos dias foram vários os hospitais com grande afluências de doentes, sobretudo idosos e com infeções respiratórias. Em alguns dias desta semana o número de doentes disparou para mais de 600, como disse à SIC o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.