sicnot

Perfil

Mundo

Polícia Militar vai reocupar favela do Rio de Janeiro após morte de criança

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, disse, este domingo, que a Polícia Militar vai voltar a ocupar o Complexo do Alemão, favela onde uma criança morreu na semana passada durante um tiroteio.

Eduardo de Jesus Ferreira, de dez anos, morreu com uma bala na cabeça, na quinta-feira, em casa, numa das favelas do Complexo do Alemão (zona pobre no norte da cidade), durante um tiroteio entre agentes e traficantes de droga, sendo que a família do menino culpa a polícia pela morte do menino.


Luiz Fernando Pezão disse que o fortalecimento de algumas Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) tem vindo a ser discutido, entre as quais se inclui a relativa ao Complexo do Alemão. 


"Nesses três meses de governo, já formamos mais de 1.100 policiais militares e vamos intensificar a ocupação no Alemão", disse, descartando solicitar apoio das Forças Armadas.


Segundo a imprensa brasileira, que cita dados oficiais, as UPP do Complexo do Alemão contam atualmente com 1.230 policiais militares.


Quatro pessoas, incluindo Eduardo, morreram a tiro, e três ficaram feridas no Rio de Janeiro, entre quarta e quinta-feira.


A morte da criança originou uma manifestação, na sexta-feira, no Alemão, reprimida com gás lacrimogéneo pela polícia, e novo protesto no sábado, o qual decorreu de forma pacífica.


Lusa
  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Letizia, uma rainha da nova geração
    2:01