sicnot

Perfil

Mundo

Quinze mortos em confrontos entre polícias e membros de grupo criminoso no México

Pelo menos 15 pessoas morreram, esta segunda-feira, na sequência de confrontos entre polícias e presumíveis membros de um grupo criminoso no estado mexicano de Jalisco, informaram fontes oficiais.

Apesar de não terem indicado quantas baixas foram registadas de cada um dos lados, fontes oficiais declararam à agência Efe que os confrontos, que ocorreram na estrada Mascota-Las Palmas, estalaram depois de um grupo armado, ligado ao crime organizado, ter aberto fogo contra uma escolta em trânsito rumo à Zona Metropolitana de Guadalajara.

Apesar de não terem indicado quantas baixas foram registadas de cada um dos lados, fontes oficiais declararam à agência Efe que os confrontos, que ocorreram na estrada Mascota-Las Palmas, estalaram depois de um grupo armado, ligado ao crime organizado, ter aberto fogo contra uma escolta em trânsito rumo à Zona Metropolitana de Guadalajara.

Lusa

Apesar de não terem indicado quantas baixas foram registadas de cada um dos lados, fontes oficiais declararam à agência Efe que os confrontos, que ocorreram na estrada Mascota-Las Palmas, estalaram depois de um grupo armado, ligado ao crime organizado, ter aberto fogo contra uma escolta em trânsito rumo à Zona Metropolitana de Guadalajara.

O estado mexicano de Jalisco, que tem Guadalajara, uma cidade com 4,5 milhões de habitantes, como sua capital, é uma zona de intensa atividade dos cartéis de traficantes de droga.

Segundo informações divulgadas pelos meios de comunicação locais - ainda não confirmadas - entre as vítimas mortais dos confrontos figura o diretor da polícia municipal de Zacoalco.

As mesmas fontes citadas pela Efe indicaram que a procuradoria considera que o ataque pode ser uma reação à investigação e prisão de presumíveis implicados no atentado contra o comissário da Segurança de Jalisco, Alejandro Solorio, ocorrido a 30 de março.
Lusa
  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC