sicnot

Perfil

Mundo

Assaltantes de cofres de depósito de jóias em Londres roubaram 275 milhões de euros

Os assaltantes que no fim de semana de Páscoa roubaram os cofres de uma empresa de segurança que servia joalheiros de Londres, levaram o equivalente a 200 milhões de libras (cerca de 275 milhões de euros), segundo a imprensa britânica.

A imprensa britânica havia informado anteriormente que os assaltantes tinham aberto metade dos cofres, utilizados principalmente por profissionais da joalharia para depósito de jóias.

A imprensa britânica havia informado anteriormente que os assaltantes tinham aberto metade dos cofres, utilizados principalmente por profissionais da joalharia para depósito de jóias.

© Neil Hall / Reuters

"Estima-se que cerca de 200 milhões de libras em diamantes, pedras preciosas e dinheiro foram roubados", disse uma fonte próxima da 'Hatton Garden Safe Deposit Limited' ao jornal The Sun.

A polícia londrina indicou hoje em comunicado que, "nesta fase, estima-se que cerca de 60 a 70 cofres foram abertos durante o roubo" às instalações da empresa, que possui um total de 600 cofres. 

A imprensa britânica havia informado anteriormente que os assaltantes tinham aberto metade dos cofres, utilizados principalmente por profissionais da joalharia para depósito de jóias. 

De acordo com a imprensa os assaltantes poderão ter-se escondido no prédio e infiltrado através do poço do elevador, acedendo à sala dos cofres mediante o recurso a ferramentas pesadas.

Um alarme terá sido acionado na sexta-feira (dia feriado no Reino Unido), mas foi silenciado por um vigilante, que nada detetou de anormal.

Detetives e agentes da 'Flying Squad', unidade da polícia britânica especializada na investigação deste tipo de casos, deve necessitar de dois dias para analisar a cena do roubo, segundo a polícia.

Em 1987, dois homens armados conseguiram roubar 60 milhões de libras de uma instituição de depósitos em Knightsbridge, um elegante bairro de Londres, naquele que foi um dos maiores golpes do género.
Lusa
  • Arderam mais duas casas em Mação

    País

    O presidente da Câmara de Mação, distrito de Santarém, disse esta quarta-feira que durante a tarde arderam duas casas em aldeias do concelho e que as chamas que lavram desde domingo estão longe de estar controladas.

  • "Nos últimos 14 anos alertámos que este dia iria voltar"
    3:50

    País

    O vice-presidente da Câmara de Mação diz que se sente humilhado com o recurso a meios espanhóis para o combate ao fogo no concelho. Em entrevista à SIC, António Louro, que é também engenheiro florestal, critica os vários governos e afirma que nada disto teria acontecido se tivessem ouvido os apelos desesperados da autarquia depois do incêndio que, em 2003, destruiu grande parte do concelho.

  • Sócrates diz que Direita quis impedi-lo de candidatura presidencial

    País

    O ex-primeiro-ministro José Sócrates reiterou esta quarta-feira, em declarações aos correspondentes estrangeiros em Portugal, que o processo judicial em que está envolvido resulta de uma campanha orquestrada pela direita para evitar a sua candidatura a Presidente da República.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • Dia dos Avós nasceu em Penafiel
    1:48

    País

    O Dia dos Avós, que hoje se assinala, nasceu por iniciativa de uma habitante de Penafiel. A data foi celebrada no parque da cidade, com centenas de avós.

  • Trump proíbe transgéneros no exército norte-americano

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quarta-feira que as pessoas transgénero não podem servir no exército dos Estados Unidos, justificando a decisão com os "custos médicos enormes" e as perturbações que tal situação envolve.

  • Oposição tenta travar eleição da nova Assembleia Constituinte na Venezuela
    2:14