sicnot

Perfil

Mundo

Dois soldados israelitas esfaqueados por palestiniano na Cisjordânia

Dois soldados israelitas foram hoje esfaqueados por um palestiniano, no norte da Cisjordânia. O atacante foi abatido pelo exército israelita. Um dos soldados foi encaminhado para o hospital com ferimentos graves no pescoço. O outro apresenta apenas ferimentos ligeiros.

O atacante palestiniano acabou por ser abatido pelo exército israelita

O atacante palestiniano acabou por ser abatido pelo exército israelita

© Ammar Awad / Reuters

O ataque aconteceu na estrada 60, a principal via que liga as cidades palestinas de Ramallah e Nablus.

 

De acordo com um boletim médico, um soldado, de 20 anos, foi levado para um hospital de Jerusalém em "estado grave depois de ter sido atingido na parte superior do corpo".

 

Nos últimos meses, os ataques palestinianos contra israelitas aumentaram na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental.



  • Chamas passaram por cima da A23
    1:06

    País

    A A23 esteve cortada ao longo do dia por causa do fumo e das chamas. Em direto para a SIC Notícias, perto das 18h30, os repórteres da SIC presenciaram o momento em que o fogo passou por cima da autoestrada da Beira Interior.

  • Várias povoações evacuadas no concelho de Nisa

    País

    Várias povoações do concelho de Nisa, no distrito de Portalegre, foram esta quarta-feira à noite evacuadas, devido à ameaça do incêndio que lavra no concelho, disse à agência Lusa a presidente do município, Idalina Trindade.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14