sicnot

Perfil

Mundo

Obama mais popular em Cuba do que Fidel e Raul Castro

O Presidente norte-americano, Barack Obama, é mais popular em Cuba do que o seu homólogo cubano, Raul Castro, e o seu irmão Fidel Castro, revela uma sondagem norte-americana divulgada esta quarta-feira e realizada em segredo naquela ilha. 

Arquivo

Arquivo

© Kai Pfaffenbach / Reuters

Segundo a sondagem, 80% dos entrevistados afirmaram ter uma opinião favorável em relação a Barack Obama e apenas 17% referiram ter uma "má imagem" do Presidente norte-americano.

No que se refere ao chefe de Estado cubano, Raul Castro, 47% dos inquiridos deu uma classificação positiva e 48% teve uma opinião negativa.

Fidel Castro, antigo Presidente de Cuba, recolheu 44% de votos a favor e 50% de opinião negativas.

No quadro da aproximação histórica entre Washington e Havana, Barack Obama e Raul Castro deverão ter um encontro esta semana durante a Cimeira das Américas, que vai decorrer no Panamá.

Cerca de 97% dos inquiridos acredita que o processo de normalização das relações entre os dois países, iniciada em dezembro, vai beneficiar Cuba, revelou também a pesquisa realizada para a Univision e para o Washington Post.

A sondagem, que foi realizada em março junto de 1200 pessoas, refere também que 96% dos cubanos desejam ver terminado o embargo comercial dos Estados Unidos contra Cuba. 

Lusa
  • "Se me pergunta se estou de consciência tranquila, estou"
    2:13

    País

    O ministro Vieira da Silva assegura que aguarda com tranquilidade que a investigação em curso esclareça as alegadas irregularidades na associação Raríssimas. Alguns mecenas estão já a suspender o apoio, na sequência do escândalo que já levou a duas demissões. 

  • Novo regime dos recibos verdes "acaba com as injustiças dos escalões"
    1:10
  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.