sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 27 mortos em bombardeamentos aéreos à televisão iemenita em Sanaa

Pelo menos 27 pessoas morreram hoje em bombardeamentos aéreos da coligação liderada pela Arábia Saudita à sede da televisão iemenita em Sanaa, controlada pelo movimento xiita huthi, noticiou a agência estatal Saba. 

© Khaled Abdullah Ali Al Mahdi

As vítimas eram residentes num edifício de dez andares situado no bairro de Al-Garaf, no noroeste da capital, segundo a Saba, também nas mãos dos rebeldes.

O edifício fica ao lado da sede da televisão Al-Masira, que era o alvo inicial do ataque, mas não foi atingido pelos bombardeamentos.

Também foram atingidas várias ruas do bairro residencial de Al-Garaf, mas aí não se registaram vítimas mortais.

A coligação árabe liderada pela Arábia Saudita integra Emirados Árabes Unidos, Koweit, Qatar, Bárem, Jordânia, Egito, Marrocos e Sudão.

Apesar dos bombardeamentos, a coligação não conseguiu vergar os huthis no Iémen, onde morreram mais de 640 pessoas desde 19 de março, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Além disso, a difícil situação humanitária do país nos últimos anos agravou-se mais ainda após o início dos bombardeamentos da coligação árabe e os combates entre os rebeldes huthis e as forças leais ao Presidente iemenita, Abdo Rabu Mansur Hadi.

Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Vila de Gavião viu-se cercada pelas chamas
    2:17
  • Telemóveis pessoais foram alternativa ao SIRESP no Sardoal
    1:20

    País

    O presidente da Câmara Municipal do Sardoal disse hoje que a rede SIRESP voltou a falhar durante os últimos cinco dias. Miguel Borges acrescentou que os operacionais no terreno recorreram várias vezes aos seus telemóveis particulares para comunicar.

  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14