sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 27 mortos em bombardeamentos aéreos à televisão iemenita em Sanaa

Pelo menos 27 pessoas morreram hoje em bombardeamentos aéreos da coligação liderada pela Arábia Saudita à sede da televisão iemenita em Sanaa, controlada pelo movimento xiita huthi, noticiou a agência estatal Saba. 

© Khaled Abdullah Ali Al Mahdi

As vítimas eram residentes num edifício de dez andares situado no bairro de Al-Garaf, no noroeste da capital, segundo a Saba, também nas mãos dos rebeldes.

O edifício fica ao lado da sede da televisão Al-Masira, que era o alvo inicial do ataque, mas não foi atingido pelos bombardeamentos.

Também foram atingidas várias ruas do bairro residencial de Al-Garaf, mas aí não se registaram vítimas mortais.

A coligação árabe liderada pela Arábia Saudita integra Emirados Árabes Unidos, Koweit, Qatar, Bárem, Jordânia, Egito, Marrocos e Sudão.

Apesar dos bombardeamentos, a coligação não conseguiu vergar os huthis no Iémen, onde morreram mais de 640 pessoas desde 19 de março, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Além disso, a difícil situação humanitária do país nos últimos anos agravou-se mais ainda após o início dos bombardeamentos da coligação árabe e os combates entre os rebeldes huthis e as forças leais ao Presidente iemenita, Abdo Rabu Mansur Hadi.

Lusa

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31

    Grande Reportagem SIC

    Carlos Queiroz, ex-selecionador de Portugal, dá-nos uma entrevista forte e transparente. Entrevistámo-lo no Dubai, um lugar que a investigação da SIC coloca no centro do mapa do escândalo do GES/BES. Aqui antecipamos a Grande Reportagem da próxima semana.

    Exclusivo online