sicnot

Perfil

Mundo

Centenas de pessoas em vigília uma semana após massacre no Quénia

Uma semana depois do massacre na Universidade de Garissa, no leste do Quénia, centenas de pessoas juntaram-se em vigília num parque de Nairobi. Em homenagem às 147 vítimas, foram erguidas cruzes brancas e acesas velas na capital.

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

Nos últimos dias foi criada uma campanha intitulada "Não Apenas Um Número" para divulgar as fotos das vítimas do terrorismo e exigir mais segurança ao Governo queniano.

 

O grupo radical islâmico Al-Shabaab reivindicou o ataque como vingança contra a intervenção de tropas do Quénia na Somália.

 

Nos últimos três anos, mais de 600 pessoas foram mortas em ataques terroristas um pouco por todo o país.

  • Hospitais vão ser penalizados se não cumprirem tempos de espera
    2:37

    País

    O Ministério da Saúde vai penalizar os hospitais que não cumprem os tempos de espera nas urgências e que tenham taxas elevadas de cesarianas. O novo modelo de financiamento prevê ainda linhas de financiamento próprio para a obesidade e rastreios do cancro do cólon e do colo do útero.

  • Assédio, até onde vai a tolerância?
    35:26