sicnot

Perfil

Mundo

Centenas de pessoas em vigília uma semana após massacre no Quénia

Uma semana depois do massacre na Universidade de Garissa, no leste do Quénia, centenas de pessoas juntaram-se em vigília num parque de Nairobi. Em homenagem às 147 vítimas, foram erguidas cruzes brancas e acesas velas na capital.

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

DANIEL IRUNGU/ REUTERS

Nos últimos dias foi criada uma campanha intitulada "Não Apenas Um Número" para divulgar as fotos das vítimas do terrorismo e exigir mais segurança ao Governo queniano.

 

O grupo radical islâmico Al-Shabaab reivindicou o ataque como vingança contra a intervenção de tropas do Quénia na Somália.

 

Nos últimos três anos, mais de 600 pessoas foram mortas em ataques terroristas um pouco por todo o país.

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.