sicnot

Perfil

Mundo

Governo nigeriano terá acordado cessar-fogo com grupo Boko Haram

O Governo da Nigéria terá chegado a um acordo com o grupo Boko Haram para um cessar-fogo e para a libertação das 200 raparigas, sequestradas há seis meses. 

Nos últimos dois meses, o grupo extremista tem atacado o território nigeriano, num avanço que já provocou a morte de milhares de pessoas. (Arquivo)

Nos últimos dois meses, o grupo extremista tem atacado o território nigeriano, num avanço que já provocou a morte de milhares de pessoas. (Arquivo)

© Joe Penney / Reuters

Fonte do Executivo diz que o acordo foi concluído depois de três dias de conversações. 

Nos últimos dois meses, o grupo extremista tem atacado o território nigeriano, num avanço que já provocou a morte de milhares de pessoas. 

Em outubro do ano passado, o Boko Haram raptou cerca de 270 meninas de uma escola, no nordeste do país. Cerca de 50 conseguiram fugir mas 200 permanecem em cativeiro. 

Outra fonte do Governo confirmou a existência de negociações mas não esclareceu se o Executivo negociou com o líder do movimento, Abubakar Shekau, ou com outra fação dentro do grupo islâmico. 

Foram tentadas várias rondas de conversações ao longo dos anos mas nunca se chegou a um acordo de paz por desentendimentos entre as várias fações dentro do grupo.
  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.