sicnot

Perfil

Mundo

Grande quantidade de petróleo encontrada no solo nos arredores de Londres

Uma empresa petrolífera britânica anunciou hoje a descoberta de 100 mil milhões de barris de petróleo no solo de uma região próxima do Aeroporto de Gatwick, nos arredores de Londres.

O campo perto do aeroporto de Gatwick onde foi descoberto petróleo.

O campo perto do aeroporto de Gatwick onde foi descoberto petróleo.

© Reuters Staff / Reuters

O contentor abriga o material de perfuração.

O contentor abriga o material de perfuração.

Reuters

"Trata-se de uma descoberta muito significante, provavelmente a maior (no solo do Reino Unido) nos últimos 30 anos, o que tem um significado nacional", afirmou o diretor da UK Oil & Gas Investments à BBC.

A empresa britânica comunicou ainda que não será necessário recorrer ao polémico fraturamento hidráulico para extrair o petróleo, pois este encontra-se a uma profundidade de 700 a 900 metros.

A recente descoberta vem contrariar os dados da agência governamental British Geological Survey, que no ano passado indicou que o solo daquela região teria apenas entre 2,2 mil e 8,5 mil milhões de barris de petróleo.

Na Grã-Bretanha foram perfurados cerca de 2.000 poços de petróleo desde do século XIX, 250 estão ainda em funcionamento, produzindo entre 20 mil e 25 mil barris de petróleo por dia. 

NOTA DO EDITOR: numa primeira versão deste artigo, era indicado que o petróleo estaria a uma profundidade de 55km, as nossas desculpas pelo erro.

Com Lusa
  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.