sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 200 pessoas entregaram-se à polícia timorense durante operação

Mais de 200 pessoas entregaram-se nas últimas semanas à Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) no âmbito de uma operação conjunta de segurança das forças armadas e polícia timorenses, que decorre desde março no leste do país, disse o primeiro-ministro.

[arquivo]

[arquivo]

Reuters

Em declarações à Lusa, Rui Maria de Araújo rejeitou que, até ao momento, tenha havido trocas de tiros entre os agentes das Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL) e da PNTL e os elementos do grupo Conselho da Revolução Maubere (CRM).

"Não houve tiroteios. Houve um encontro com os fugitivos e por não acatarem a ordem da polícia, os agentes dispararam e houve uma pessoa ferida, que levou um tiro no pé. Isso está perfeitamente dentro das regras de empenhamento até agora", afirmou.

"Cerca de 200 pessoas já se entregaram à polícia e está a decorrer o processo de inquérito para apurar a verdade dos factos", disse.

Em concreto, e segundo dados do comando da PNTL, trata-se de um total de 2013 pessoas (202 homens e 11 mulheres) das quais três ficaram em prisão preventiva, oito com Termo Identidade e Residência (TIR) e os restantes foram identificados.

Com o nome de código Hanita a operação foi lançada para "prevenir e reprimir ações criminosas de grupos ilegais que estão a causar instabilidade no país".

Segundo as autoridades, esta operação conjunta é uma resposta aos ataques contra agentes da polícia ocorridos em Laga, a leste da capital, a 15 de janeiro, e em Baguia, a sudeste de Díli, a 08 de março.

Mauk Morak, líder do grupo CRM, negou em entrevista à Lusa envolvimento nesses ataques à esquadra da vila de Baguia mas confirmou que participaram elementos do grupo que lidera. 



Lusa

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.