sicnot

Perfil

Mundo

NASA nomeia asteroide Malala

A vencedora do Prémio Nobel da Paz Malala Yousafzai tem agora um asteroide com o seu nome, anunciou o fundo Malala.

twitter.com/MalalaFund

A astrónoma da NASA Amy Mainzer descobriu o asteroide 316201, o que lhe dá direito a nomeá-lo. Encontra-se na cintura de asteroides entre Marte e Júpiter. Dá uma volta ao Sol a cada 5,5 anos.

"Poucos asteroides foram nomeados em honra de mulheres (e particularmente mulheres de cor)", escreveu Mainzer no  blogue da Fundação Malala. "É uma grande honra poder dar o nome de Malala a um asteroide".

Malala Yousafzai foi laureada com o Nobel da Paz em 2014, em conjunto com o indiano Kailash Satyarthi.

A paquistanesa sofreu um atentado dos talibãs a 9 de outubro de 2012 devido à sua luta pela educação feminina na sua região, no vale do Swat, controlada pelo radicais islâmicos.

Hoje, Malala Yousafzai e a família moram no Reino Unido e a jovem paquistanesa continua a sua militância pelos direitos das crianças e jovens à educação. 




  • Malala acredita que o mundo vai mudar
    1:01

    Mundo

    Malala Youafza disse hoje esperar que o mundo mude, que as crianças tenham acesso à educação e que as mulheres possam ter os mesmos direitos dos homens em todo o mundo. Na cerimónia de entrega do Nobel da Paz, em Oslo, a jovem paquistanesa afirmou ainda que se sente muito feliz por poder ser a voz de todos os que não são ouvidos.

  • Malala distinguida pelo National Constitution Center, nos EUA
    2:07

    Mundo

    A jovem paquistanesa Malala Yousafzaï recebeu mais uma distinção pelo papel que tem desempenhado na luta pelo direito das crianças à educação. Depois do Nobel da Paz, desta vez foi galardoada por uma instituição norte-americana com a medalha da liberdade. O National Constitution Center, museu de história situado em Filadélfia (Pensilvânia), distinguiu Malala pela “sua coragem e determinação perante a adversidade e por ter atuado como porta-voz daqueles cujos direitos e liberdades fundamentais foram violados”.

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • "Precisamos de uma melhor zona Euro"
    0:30