sicnot

Perfil

Mundo

Obama reuniu-se com dissidentes cubanos antes de se encontrar com Raul Castro

O Presidente dos EUA, Barack Obama, reuniu-se na sexta-feira com dois dissidentes cubanos, antes de um encontro histórico com o seu homólogo de Cuba, Raul Castro, pervisto para sábado.

© Jonathan Ernst / Reuters

A reunião de Obama com dois proeminentes críticos do regime castrista decorreu à porta fechada e contou com a presença de uma dúzia de outros dissidentes do continente americano. 

Juntamente com os Presidentes da Costa Rica e do Uruguai, Obama reuniu-se com a advogada Laritza Diversent e o ativista político Manuel Cuesta Moura.

O encontro decorreu à margem da cimeira da sociedade civil associada à Cimeira das Américas, no Panamá. 

Antes da reunião, Obama disse aos ativistas da região, que os EUA "apoiam-nos ao longo de todo o caminho" que façam. 

"Quando falamos em nome de alguém que esteve preso por nenhuma razão além de ter falado a verdade para o poder, quando estamos a ajudar uma organização que procura que uma minoria tenha mais acessos a recursos num país, não estamos a fazê-lo por isso servir os nossos interesses", afirmou Obama.

"Fazemo-lo porque é a coisa certa a fazer", justificou. 









Lusa
  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.