sicnot

Perfil

Mundo

Venezuela quer que Obama peça desculpa ao Panamá por ataque de 1989

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse esta sexta-feira que vai dizer ao seu homólogo dos Estados Unidos, Barack Obama, para pedir desculpas às vítimas da invasão norte-americana do Panamá, em 1989. 

A VII Cimeira das Américas começa hoje no Panamá com a presença de 35 dirigentes do continente americano, incluindo os presidentes norte-americano e cubano, que se vão reunir para continuar o processo de reconciliação entre os respetivos países.

A VII Cimeira das Américas começa hoje no Panamá com a presença de 35 dirigentes do continente americano, incluindo os presidentes norte-americano e cubano, que se vão reunir para continuar o processo de reconciliação entre os respetivos países.

Alejandro Bolivar / Lusa

"Os Estados Unidos têm de pedir desculpa (...) e têm de indemnizar as vítimas" da "invasão militar que foi um fracasso", afirmou Nicolás Maduro.

O chefe de Estado venezuelano falava após ter posto um ramo de flores no Monumento aos Caídos da invasão norte-americana, a 20 de dezembro de 1989, para onde se dirigiu imediatamente após ter aterrado no aeroporto internacional do Panamá para participar na Cimeira das Américas.

"Queria visitar este local, este bairro, porque para nós foi muito doloroso ver como se massacrou o povo bolivariano no Panamá", disse Nicolás Maduro.

A VII Cimeira das Américas começa hoje no Panamá com a presença de 35 dirigentes do continente americano, incluindo os presidentes norte-americano e cubano, que se vão reunir para continuar o processo de reconciliação entre os respetivos países.
Lusa
  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15

    Mundo

    Na Califórnia, nos Estados Unidos, já foi eleito o cão mais feio do mundo de 2017, num concurso que se repete há 29 anos. Com 57 quilos, Martha recebeu a distinção enquanto ressonava no palco.